O Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) já pagou, desde que entrou em vigor e até ao final de 2020, mais de 3.200 milhões de euros aos beneficiários, segundo os últimos dados divulgados.

O programa fechou 2020 com uma taxa de compromisso de 99% e uma taxa de execução de 74%, o que se traduz em mais de 3,2 mil milhões de euros de pagamentos aos beneficiários”, lê-se numa nota divulgada no ‘site’ do PDR.

Em 2020, o programa aprovou mais de seis mil candidaturas, com um apoio de 319 milhões de euros, que alavancaram mais de 1.000 milhões de euros de investimento.

Por mês, em dezembro foi atingido o pico dos projetos aprovados com 889, seguido por novembro (817) e agosto (632).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em outubro registaram-se 593 projetos aprovados, 511 em maio, 490 em setembro, 470 em julho e 431 em março.

Os meses em que se registaram menos projetos aprovados no âmbito do PDR 2020 foram junho (392), janeiro (352), abril (293) e fevereiro (193).

O Programa de Desenvolvimento Rural de Portugal foi aprovado na sequência de decisão de Comissão Europeia em dezembro de 2014 e visa o apoio às atividades do setor agrícola assentes numa gestão eficiente dos recursos.