A Internet é, cada vez mais, uma parte integrante da vida profissional e pessoal das famílias. É fonte de informação, meio de comunicação, plataforma de entretenimento e motor da evolução tecnológica. Além disso, numa realidade de teletrabalho e confinamento, como a que vivemos atualmente, torna-se ainda mais importante e até mesmo uma distração e companhia. Não obstante, para uma melhor experiência online, e também mais segura, deve dar uso às ferramentas disponíveis e informar-se, tanto quanto possível, sobre as opções que deve tomar para se proteger.

A verdade é que, nos dias de hoje, é difícil encontrar alguém que não esteja presente em nenhuma rede social. Seja através do computador, do smartphone ou de outro equipamento, os portugueses não só estão presentes em peso nas redes sociais, como o fazem de forma assídua. Além disso, espaços como o Facebook e o Instagram estão longe de ser apenas ferramentas de lazer, já que podem ser um instrumento de trabalho – por exemplo, se a sua marca ou projeto tiver a sua própria pegada digital; e até um meio de consumo, caso faça compras através desta plataforma.

Mas não se esqueça: a maior exposição web deve ser acompanhada de uma forte atenção e cuidado no que diz respeito à segurança online. Tendo isso em conta, o Facebook tem implementado ferramentas que, associadas a cuidados individuais, protegem o utilizador e os seus dados.

Crie uma senha forte, altere-a regularmente e não a use massivamente. O aconselhável é ter uma senha diferente para cada plataforma que utiliza, de forma a garantir que, na eventualidade de ser descoberta, ninguém ganha acesso a todos os seus serviços. Não inclua informações pessoais, nomeadamente data de nascimento ou nomes (o seu ou de familiares próximos). Deve também alterar a password de forma regular, a fim de garantir uma maior segurança. Nunca partilhe este tipo de informações com ninguém, nem mesmo com pessoas da sua confiança. A senha “ideal” deve ter, pelo menos, seis caracteres e combinar letras minúsculas e maiúsculas, bem como números e caracteres especiais. Há métodos que o podem ajudar a criar uma senha forte.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ative a autenticação com dois fatores. Tanto nas redes sociais como noutros serviços, como bancos, é sugerido o reforço da segurança através do recurso ao telemóvel. Ao optar por esta funcionalidade, por exemplo no Facebook ou Instagram, é-lhe enviada uma notificação de segurança sempre que se tentar ligar a partir de um novo dispositivo. É possível receber estes códigos na app respetiva do smartphone ou através de SMS (mensagem de texto). Ative esta ferramenta no Facebook, Instagram e WhatsApp.

Controlo através do login. Como já indicámos, não deve partilhar os seus dados de acesso com outras pessoas. Além disso, sempre que utilizar um computador ou smartphone partilhado, deve fazer logout da sessão ao sair. O Facebook tem ainda um mecanismo que o ajuda: sempre que tentam fazer login num equipamento diferente do habitual, é-lhe enviado um alerta com a informação do dispositivo e da localização.

Proteja-se de mensagens maliciosas. Não clique em links suspeitos, mesmo que se trate de uma pessoa próxima ou conhecida, seja através de uma publicação, mensagem ou e-mail. O Facebook e o Instagram não contactam os utilizadores diretamente, nem lhe pedem a password por mensagem direta ou e-mail, sendo que deve ter muita atenção, pois pode estar a ser abordado por um scammer. Este pode até recorrer a sites falsos, muito parecidos com os originais, pelo que deve analisar tudo o que lhe é enviado com bastante cuidado – caso permaneça a dúvida, verifique o URL ou digite o endereço web diretamente.

Esteja alerta: repare em sinais que indiquem uma violação de segurança. Se tiver receio que a sua conta tenha sido comprometida, apresse-se a protegê-la. Altere a sua senha e verifique se as suas informações de contacto estão corretas. Se não conseguir fazer login, deve recorrer a links de ajuda (Facebook e Instagram) e alterar a sua password, assim como rever a atividade. Já no que diz respeito ao WhatsApp, não deve partilhar o seu código de verificação com ninguém. Se por algum motivo perdeu o acesso à sua conta pessoal, clique aqui para resolver o problema.

As informações de contacto devem estar sempre atualizadas. Uma das suas preocupações deve ser ter o campo de contactos preenchido e atualizado. Assim, caso sejam feitas alterações não autorizadas ou suspeitas ao seu perfil, o Facebook pode contactá-lo para resolver o problema o mais rápido possível.

Como percebeu, é fácil reforçar a segurança do seu perfil de Facebook ou Instagram. Dessa forma, pode navegar nas redes sociais com todos os cuidados, evitando riscos relacionados com os seus dados pessoais. É possível também fazer uma verificação de segurança rápida do Facebook, a fim de rever a segurança que tem ativa e melhorá-la. O serviço pode ser acedido através de computador ou da versão mais recente da app Facebook (Android e iOS), através deste link.