O líder da Iniciativa Liberal (IL) nos Açores, Nuno Barata, disse sexta-feira que o partido pretende que o Orçamento da região para 2021 contemple uma redução da carga fiscal e um reforço do Serviço Regional de Saúde (SRS).

Queremos ver nesse Orçamento materializadas essas medidas, nomeadamente as mais importantes e emblemáticas, que têm a ver com a redução da carga fiscal e a valorização e reforço de orçamentação do Serviço Regional de Saúde”, declarou Nuno Barata.

O deputado único do partido na Assembleia Regional falava sexta-feira no palácio de Sant’Ana, sede da presidência do Governo dos Açores, em Ponta Delgada, após uma audiência com o líder do executivo regional, o social-democrata José Manuel Bolieiro.

Nuno Barata realçou que vai estar “atento” sobre a inclusão das propostas na área da saúde e da reforma fiscal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Nestes dois segmentos deixámos bem claro ao PSD e ao presidente do Governo Regional que estamos atentos, mais atentos que os outros e deixámos também a nossa preocupação relativamente ao crescimento da dívida”, afirmou.

O deputado defendeu ser possível efetuar a reforma fiscal defendida pela IL já em 2021.

[A] reforma fiscal, que não engloba só os impostos que são possíveis mexer ao nível da lei de financiamento das regiões autónomas, mas também o conjunto de enormes regulamentos e portarias que preveem taxas, taxinhas, licenças, pode ser totalmente revisto”.

Nuno Barata disse ainda estar preocupado quanto ao aumento da despesa em 2021, mas avançou que o executivo açoriano pretende diminuir a despesa corrente a partir de 2022.

O liberal mostrou-se satisfeito pela abertura demonstrada pelo Governo Regional para a elaboração do orçamento, mas reiterou que vai estar atento porque “de boas intenções está o mundo cheio”.

Vamos satisfeitos pela forma como o secretário das finanças e o presidente do Governo Regional acolheram aquilo que nós plasmámos no acordo de incidência parlamentar que fizemos com o PSD. Mas, também estamos perfeitamente atentos”, apontou.

O presidente do Governo dos Açores reúne-se hoje com todos os partidos com representação parlamentar no âmbito da elaboração do Orçamento da região para 2021.

O Plano e Orçamento da região para 2021 será discutido e votado na Assembleia Regional até abril.

O Governo dos Açores é composto por PSD, CDS-PP e PPM, e suportado no parlamento por Iniciativa Liberal e Chega.