Um incêndio de grandes proporções num autódromo da cidade argentina Termas de Río Hondo levou à destruição de todo o edifício de boxes. As imagens circulam pelas redes sociais mas o incêndio foi confirmado na própria página oficial do autódromo, que diz que também zonas como “as salas de imprensa, a área de race control e as salas VIP” do autódromo ficaram destruídas.

Os únicos locais onde o incêndio não provocou danos significativos foram zonas como o “museu” do autódromo, a “torre de controlo” e um “mini hospital” ali montado. “Levará seguramente muito tempo a voltar a reconstruir” um autódromo “importante e necessário para competições nacionais e internacionais”.

Na sua conta oficial, o campeonato de eventos de motociclismo MotoGP já lamentou o incêndio: “Estamos profundamente tristes com o incêndio no circuito Termas de Rió Hondo. Enviamos todo o nosso apoio aos nossos amigos da MotoGP Argentina neste momento difícil. Muita força!”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Não houve vítimas do incêndio, indica ainda o comunicado oficial assinado pelo diretor geral do autódromo, Héctor Farina, que agradece “às equipas de bombeiros, a efetivos policiais, a funcionários do município e a trabalhadores do autódromo que fizeram todos os possíveis para evitar mais danos”.

O diretor promete ainda: “Trabalharemos de agora em diante para fazer todo o possível para cumprir com os calendários que temos previstos, incluindo a prova de MotoGP de novembro”.