Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O município de Torres Vedras revela que este ano o carnaval terá direito a um monumento implementado na Praça da República intitulado “A máscara faz a homenagem”. Trata-se de uma vénia a todos os profissionais que têm estado na linha da frente no combate à pandemia.

A obra, que estará exposta até dia 14 de março, tem representados uma espécie de super heróis como o médico e a enfermeira, o bombeiro e o polícia, os técnicos dos serviços que nunca podem parar, caso do camionista, a senhora da caixa do supermercado, o homem do lixo ou o rapaz das entregas. O elemento comum entre todas estas personagens é a máscara que trazem no rosto. “Até a caraça, símbolo do Carnaval de Torres Vedras, aparece representada com este equipamento de proteção individual”, revela o mesmo comunicado.

A satária política e social que caracteriza o carnaval de Torres Vedras não irá ficar de fora e no mesmo local foram instalados vários smartphones gigantes que brincam com os principais temas da atualidade local, nacional e internacional através da representação de várias aplicações famosas que “deixaram a sociedade alheia da vida real” como o “Facetruques, Instabiligram e Twity”, mas também o “Stayblind Covid”, ligada ao Stayway-Covid, ou o “Dádor.pt”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR