A LIPOR e a European Recycling Plataform (ERP Portugal) desenvolveram um projeto, intitulado CREW, que visa reparar equipamentos informáticos sem utilização com o intuito de os doar a alunos carenciados, foi esta quarta-feira anunciado.

Em comunicado, a LIPOR explica que, “sensível aos inúmeros apelos que têm vindo a ser feitos por diversas entidades” sobre os alunos que não têm equipamentos informáticos, decidiu, em conjunto com a ERP Portugal, criar o projeto CREW.

O projeto CREW visa reparar equipamentos informáticos, que já não são utilizados pela população, mas têm “potencial”, para os doar a alunos carenciados para que estes possam ter acesso ao regime de ensino à distância.

Computadores fixos ou portáteis, monitores, teclados, ratos, câmaras de web, cabos ou colunas com “potencial” são reparados por uma equipa especializada da LIPOR.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além destes equipamentos, o projeto repara também outros equipamentos como máquinas de lavar, micro-ondas, aquecedores e fogões, que chegam à LIPOR via Ecocentro e através de doações de particulares e entidades.

Questionada pela Lusa, fonte da empresa intermunicipal, que tem como associados os municípios de Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde, esclareceu que desde 2020 foram reparados 191 equipamentos, sendo que desses, 43 foram computadores fixos e quatro foram computadores portáteis.

Apesar das várias reparações que já foram possíveis fazer, a LIPOR acredita que “este é o momento certo para ajudar”, apelando à população que, caso tenha estes equipamentos em casa, os possa entregar à rede CREW.

O contacto pode ser feito pelo correio eletrónico crew@lipor.pt.