Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

“Uma vacina contra o vírus e uma vitamina robusta e eficaz.” São estas estratégias que o primeiro-ministro considera necessárias para enfrentar a crise pandémica, “não só recuperar as nossas economias, como também sair da crise mais fortes, mais sustentáveis, mais competitivos, mais coesos”, refere esta quinta-feira num artigo assinado no Diário de Notícias intitulado “Acelerar o futuro”.

António Costa recorda que se cumpre hoje “um dos primeiros objetivos da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia para pôr em marcha a ‘bazuca’” ao ser publicado o Regulamento do Mecanismo de Recuperação e Resiliência. O primeiro-ministro diz que agora é possível avançar com uma “negociação formal dos planos de cada Estado membro, enquanto os parlamentos nacionais prosseguem a ratificação da decisão de aumento dos recursos próprios da União”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.