O antigo presidente da Câmara do Fundão e antigo governador civil de Castelo Branco, José Sampaio Lopes morreu aos 77 anos, informou esta sexta-feira a autarquia fundanense.

Em nota de pesar, a Câmara do Fundão apresenta “sentidas condolências à família e amigos” e informa que foi decretado luto municipal, com a colocação da bandeira do município a meia haste, até segunda-feira.

Natural de Santar, no concelho de Nelas, José de Sampaio Lopes, que morreu na quinta-feira, nasceu em 1 de fevereiro de 1944, formou-se em advocacia, em Coimbra, e foi tropa na Escola Prática de Mafra, tendo sido mobilizado para a Guiné.

Posteriormente, foi dar aulas para o Fundão, onde se fixou, casou e teve dois filhos. Iniciou a vida autárquica no ano de 1979, como vereador do PS na Câmara Municipal do Fundão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nas eleições intercalares de 1987 é eleito presidente daquele município, tendo renovado os mandatos em 1989 e em 1993.

Foi deputado à Assembleia da República, tendo sido nomeado governador civil do distrito de Castelo Branco em 18 de novembro de 1995, cargo que exerceu até 12 de setembro de 2001.

No ano de 2001 é eleito vereador na Câmara Municipal do Fundão, num executivo liderado por Manuel Frexes.

Foi ainda administrador da empresa municipal Fundão Turismo, de 2003 a 2014.

A autarquia frisa que José de Sampaio Lopes esteve cerca de 30 anos ao serviço da causa pública e que, no âmbito das comemorações dos 40 anos do Poder Local no Fundão, recebeu, no dia 9 de junho de 2016, a Medalha de Ouro da Cidade do Fundão.