Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Na ilha do Corvo, toda a população elegível para a vacinação contra o SARS-Cov-2 já recebeu a primeira dose, numa campanha de vacinação massiva dos menos de 500 habitantes no concelho. O coordenador de Saúde Pública dos Açores, Gustavo Tato Borges, confirma que 82% de toda a ilha já tem a primeira dose da vacina, com a segunda toma apontada para 11 de março.

“As pessoas elegidas para a vacinação no Corvo — pessoas acima dos 16 anos — já foram vacinadas”, disse Tato Borges à rádio Observador explicando que 92% da população da ilha aceitou receber a vacina para evitar a Covid-19. Mas que foram vacinadas 308 pessoas numa campanha única que não vai ser seguida no restante arquipélago.

Corvo vacina massivamente a população, mas estratégia “é única”

O coordenador explica que este método foi escolhido para o Corvo por uma questão de condições de saúde e questões logísticas. “É uma ilha com menos de 500 habitantes e com a particularidade de ter apenas um médico e um enfermeiro na ilha e de estarem a seis horas de distância de qualquer hospital dos Açores”, explicou o Gustavo Tato Borges. “Em termos logísitico é muito mais fácil vacinar as 308 pessoas elegíveis do que irmos duas ou três vezes, no que seria um desperdício de tempo e de dinheiro”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR