Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Secretaria Regional da Saúde e Desporto dos Açores recebeu “nos últimos dias” denúncias de “alegadas fraudes” envolvendo a compra de bilhetes de avião de Portugal continental para o arquipélago com o único intuito de realizar o teste gratuito à Covid-19.

A deslocação para os Açores implica atualmente a realização de um teste de despiste à Covid-19 e a apresentação do resultado negativo no momento do check in. O custo do teste, que deve ser realizado nas 72 horas anteriores à partida do voo do aeroporto de origem, é suportado pelo Governo Regional dos Açores.

As queixas levaram a Secretaria Regional a solicitar às companhias aéreas que voam para os Açores “as listagens dos passageiros embarcados desde o início da obrigatoriedade de apresentação do teste negativo.” “Estas listas serão cruzadas com outras enviadas pelos laboratórios convencionados, a fim de se detetarem os casos que se enquadram nesta alegada fraude”, adiantou a Secretaria Regional da Saúde ao Observador.

“O governo dos Açores comunicará aos laboratórios, em todos os casos apurados, que não efetuará o pagamento dos testes, tendo os laboratórios de remeter a fatura diretamente aos passageiros que os solicitaram.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR