Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O FC Porto anunciou que irá retirar a camisola número 1 da equipa de andebol em homenagem a Alfredo Quintana, que faleceu esta sexta-feira aos 32 anos vítima de uma paragem cardiorrespiratória no treino de segunda-feira. O clube explicou também que a proposta partiu do próprio presidente dos azuis e brancos, Pinto da Costa, que recordou ao Porto Canal a passagem e o legado do luso-cubano ao longo de mais de uma década no Dragão.

“Não sou um sobrevivente. Sou um guerreiro extraordinário”. Morreu o bom gigante, Alfredo Quintana. Tinha 32 anos

“Infelizmente partiu hoje do seio de nós um grande homem, um grande atleta e um grande portista, um cidadão exemplar, o Alfredo Quintana. Na força da vida, aos 32 anos, com 11 anos dedicados de alma e coração ao FC Porto. Partiu, deixou-nos um grande vazio mas ficará para sempre no coração de todos nós, de todos que com ele conviveram, no seio sobretudo dos que lutaram dia a dia juntamente com ele para que o clube que ele amava, o FC Porto, fosse cada vez maior”, começou por referiu o presidente dos dragões ao canal do clube.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Foi uma maravilha de atleta, dedicou-se ao FC Porto a 100%. Ao fim de quatro anos quis assumir a nacionalidade portuguesa porque, como me disse, não queria mais sair do FC Porto. Infelizmente só este acidente lamentável e triste o levou de nós fisicamente porque espiritualmente o Quintana só falecerá no dia em que falecer o último daqueles que com ele lidaram”, continuou, antes de ter de interromper por breves momentos o comentário para aguentar a emoção. “Será uma memória viva para todos nós”, concluiu o líder dos azuis e brancos.

Em paralelo, o clube continua a colocar nas suas redes sociais vários vídeos do guarda-redes, incluindo aquela que foi uma das defesas mais memoráveis que teve nos azuis e brancos, na Sparkassen-Arena, considerada uma das grandes catedrais do andebol, em novembro de 2019, que travou o último ataque do Kiel quando o jogo estava empatado com um mergulho que travou a bola em cima da linha antes de Rui Silva dar a vitória no último segundo.

De acrescentar ainda que as bancadas do Estádio do Dragão, que recebe este sábado o clássico com o Sporting (20h30), já está a ser decorado com cartolinas de homenagem a Alfredo Quintana, colocadas pela claque Super Dragões com a marca “Quintana 1”, o mesmo se passando no Dragão Arena, que terá FC Porto-Sporting este sábado em hóquei em patins (15h) e FC Porto-Benfica no domingo em basquetebol (16h).