Bruce Mayers, que inventou o buggy para surfar as dunas das praias californianas, morreu aos 94 anos. Era um surfista como muitos outros, amante das ondas das praias californianas e à procura de um veículo que lhe permitisse aproximar-se da linha de água em grande estilo, depois de ultrapassar as dunas. A ausência de uma solução de quatro rodas que fosse simultaneamente acessível, prática e cool levou-o a conceber o buggy, em 1964, a partir de um VW Carocha.

Aproveitando o facto de o Carocha consistir num conjunto formado por uma plataforma plana, onde estavam fixas a mecânica e as suspensões, que depois era aparafusada à carroçaria, o californiano separou uma da outra e encurtou a plataforma (ou chassi) em 36 cm. Depois foi apenas necessário recorrer aos seus conhecimentos da indústria náutica, uma vez que Mayers fabricava pequenos barcos em fibra, e conceber a simpática carroçaria do buggy.

A criação de Bruce Mayers, que surgiu em 1964, rapidamente conquistou uma legião de adeptos, que finalmente tinham à disposição um veículo que devorava as dunas com a mesma facilidade com que percorria o asfalto. Extremamente popular, o que levou Mayers a criar uma empresa para fabricar o jovial modelo, a Mayers Manx, rapidamente deu origem a grandes concentrações de buggies nas praias, além de corridas pelo areal e até saltos nas dunas.

16 fotos

O sucesso nos EUA conduziu ao aparecimento de uma enorme concorrência, o que acabou por levar à falência da Mayers Manx em 1971, depois de colocar no mercado cerca de 6000 buggies. Mas se a empresa original morreu, o característico buggy promete ficar para sempre no nosso imaginário. E é provável – é mesmo desejado por muitos – que a VW encontre uma forma de produzir a versão eléctrica que apresentou em 2019 como o ID.Buggy, que pode ver abaixo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR