O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, destacou o papel do último líder soviético, Mikhail Gorbachev, na história do país e do mundo, ao felicitá-lo pelo seu nonagésimo aniversário.

Pertence, com razão, ao grupo de pessoas extraordinárias e brilhantes, de estadistas proeminentes da era moderna que exerceram uma influência significativa na história nacional e mundial”, declarou Putin no seu telegrama de congratulações a Gorbachev, publicado pelo Kremlin.

O Presidente russo acrescentou que é gratificante que a “grande experiência profissional” e o “potencial criativo” de Gorbachev o ajudem a “participar ativamente do trabalho social e educacional popular, prestando atenção à implementação de projetos humanitários internacionais”.

Putin assina várias leis que agravam repressão de manifestantes oposicionistas

Gorbachev, por sua vez, afirmou, numa entrevista publicada pela agência de notícias TASS, que “certamente que as mudanças são necessárias”. “Não importa como as chamem. As reformas, a ‘perestroika’ (reestruturação), um processo para o país se mover para uma vida normal e digna para todas as pessoas”, declarou. Segundo Gorbachev, a grande causa da sua vida foi a “perestroika“, processo de mudanças que impulsionou em 1985 enquanto líder do Partido Comunista da União Soviética (URSS).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O mais importante que conquistámos internamente foi que o povo conquistou a liberdade, acabámos com o sistema totalitário (…). E no cenário internacional, o mais importante foi o fim da Guerra Fria e a redução drástica das armas nucleares”, declarou sobre as conquistas do seu governo.

O último Presidente da União Soviética vai comemorar o seu aniversário com uma videoconferência com a sua família e amigos, segundo uma fonte do seu ambiente citada pela agência oficial russa RIA Novosti.