O antigo presidente do Boavista, João Loureiro, regressou esta sexta-feira a Portugal. O advogado aterrou no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, durante a tarde. Loureiro admitiu estar “muito cansado”, mas “feliz”, remetendo explicações para “o momento certo”.

“Evidentemente que não ver ser aqui e agora que vou estar a falar sobre o que se passou”, disse aos jornalistas presentes no aeroporto. “No momento certo, fá-lo-ei, e se necessário junto das autoridades competentes.”

João Loureiro era um dos passageiros do avião com destino a Portugal que ficou retido a 9 de fevereiro no aeroporto da Bahia após ter sido encontrada meia tonelada de cocaína na fuselagem, provavelmente com origem na Bolívia ou Peru. O advogado foi ouvido durante quatro horas pela Polícia Federal da Bahia, tendo saído em liberdade. Ao que o Observador apurou na altura, o ex-presidente do Boavista “apresentou a [sua] versão dos factos que será comparada com as demais provas do inquérito se for confirmado o envolvimento dele fica descartado”.

Depois de ser ouvido durante várias horas, João Loureiro sai em liberdade e pode voltar a Portugal

Desde então que o antigo presidente do Boavista aguardava uma oportunidade para regressar a Portugal. A procura por bilhetes tem sido bastante superior à oferta de voos do Brasil com destino à Europa na sequência das novas variantes do novo coronavírus, o que estaria a dificultar o regresso.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na semana passada, o Jornal de Notícias noticiou que Loureiro já tinha bilhete de avião para regressar a Portugal, embora se mantivesse em lista de espera. Segundo o mesmo jornal, nos últimos dias, o advogado só saiu do hotel onde estava hospedado em São Paulo, onde se instalou após ter sido inquirido pela Polícia Federal em Salvador da Bahia. para se deslocar ao aeroporto para se informar sobre a sua posição na lista de espera.

Questionado sobre como foram as últimas semanas, Loureiro admitiu que “foram muito difíceis”, mas que estava “bem” e “muito feliz”. “Estou muito feliz por chegar ao meu pais. Estou muito feliz por chegar à minha cidade”, declarou.

Artigo atualzado às 17h40