As salas de cinema e de espetáculos, que deverão poder reabrir a partir de 19 de abril, terão de encerrar às 22h00 durante a semana e às 13h00 aos fins de semana, esclareceu esta quinta-feira a Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC).

De acordo com o novo “plano de desconfinamento” do Governo, anunciado a 11 de março, os teatros, auditórios, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir a partir de 19 de abril.

“A este propósito cumpre informar que o horário de encerramento das salas de espetáculos/cinemas/auditórios/teatros é às 22:00 durante a semana e às 13h00 ao fim de semana e feriados”, lê-se num esclarecimento esta quinta-feira publicado no site oficial da IGAC.

Algumas entidades do setor da Cultura já tinham alertado para o facto de as condições em que os espaços poderiam reabrir não serem claras, nomeadamente no que diz respeito à lotação ou horários aplicáveis.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As atividades culturais começaram a ser retomadas, faseadamente, na segunda-feira (dia 15), dia em que puderam reabrir livrarias, lojas de discos, bibliotecas e arquivos. No que ao setor da Cultura diz respeito, a 5 de abril podem reabrir museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares. A 19 de abril, além da reabertura de teatros, auditórios, salas de espetáculos e cinema, podem também ser retomados os “eventos no exterior, sujeitos a aprovação da Direção-Geral da Saúde”. A 3 de maio, poderão voltar a realizar-se “grande eventos exteriores e interiores, sujeitos a lotação definida pela DGS”, o que pode vir a incluir festivais.

Na apresentação do “plano de desconfinamento”, o primeiro-ministro salientou que o processo de reabertura será “gradual e está sujeito sempre a uma reavaliação quinzenal, de acordo com a avaliação de risco” adotada.