O poder de um tachinho de feijoada ou de arroz de cabidela não deve ser subestimado. Levantar a tampa e sentir o vapor e o cheiro de uma receita tradicionalmente portuguesa é para muitos quase que um bálsamo. Dá conforto e faz-nos sentir bem — por muito que no final de o devorar possa precisar de uma água gaseificada ou algo do género. Em tempos de pandemia muita gente procurou para este tipo de cozinha como aconchego necessário para lidar com o afastamento da família e amigos, a doença, o medo… A prova disso mesmo é a quantidade de restaurantes que se dedicaram a servir, em registo de take-away ou entrega ao domicílio, este tipo de pratos.

A lista que se segue tem uma série deles, em Lisboa e no Porto. Estão entre os espaços mais afetados pelo impacto da pandemia e muitos deles, mesmo não tendo redes sociais ou grande visibilidade mediática, servem comida de qualidade inegável, daí um conselho: passe pelos que tem no seu bairro e pergunte se vendem para fora. O que aqui vai encontrar é um apanhando de projetos mais recentes ou com protagonistas mais experientes e casas mais clássicas que têm sempre em comum o facto de servirem boa comida tradicional portuguesa.

LISBOA

Adega Solar Minhoto

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.