Portugal terá um dos sete espaços nacionais ao ar livre na Exposição Horticultural Internacional de Yangzhou 2021, no leste da China, que arranca a 08 de Abril, disseram na quinta-feira os organizadores.

Segundo um comunicado, um pavilhão divide o espaço atribuído a Portugal em duas partes: um jardim tradicional em torno de um sobreiro e uma mostra agrícola que inclui oliveiras, amendoeiras e vinhas.

A Expo Yangzhou 2021 vai ocupar 230 hectares, onde foram plantadas mais de 20 mil árvores e 10 mil variedades de flores, e estará aberta ao público durante seis meses, até 08 de Outubro.

A Associação de Turismo Chinês em Portugal (ACTEP) foi convidada para desenhar o espaço de Portugal, com uma área de 1.500 metros quadrados, incluindo um pavilhão de dois andares com 275 metros quadrados, cuja construção usou cortiça e azulejos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A criação da ACTEP foi anunciada em Fevereiro de 2020, para “trabalhar arduamente” com os vários atores da indústria do turismo — hotéis, restaurantes, comércio e agências de viagens — ajudando-os a lidar com o impacto da pandemia da Covid-19 e também para ajudar a indústria a preparar-se para receber mais turistas.

O presidente da ACTEP, Yong Liang, garantiu em Fevereiro passado que vai continuar a trabalhar para atingir, em 2025, um milhão de turistas chineses em Portugal, apesar da pandemia.

Associação mantém objetivo de atingir em 2025 um milhão de turistas chineses em Portugal