Em matéria de automóveis eléctricos, a Kia oferece já o e-Soul e o e-Niro, mas o novo EV6 que a marca sul-coreana vai apresentar a 30 de Março será o primeiro a usufruir de uma plataforma específica para modelos alimentados por bateria, a nova E-GMP (Electric Global Modular Platform). E se o e-Niro já impressionava pela eficiência, com 455 km de autonomia na versão dotada com uma bateria de 64 kWh, é de esperar um considerável passo em frente com o novo modelo.

O EV6 recorre à mesma base do recentemente revelado Hyundai Ioniq 5, marcando a entrada do grupo sul-coreano Hyundai/Kia na produção de veículos sobre plataformas optimizadas para motores eléctricos e baterias, opção que exige maiores investimentos, até porque também as linhas de produção têm de ser alteradas, mas que compensa com uma maior eficiência e menores custos unitários.

Este é o novo Ioniq 5. É enorme entre eixos

O EV6 estreia a nova denominação dos modelos eléctricos (e daí o EV) da marca, com o algarismo a representar o posicionamento na gama, em que 6 poderá significar que este novo crossover se coloca entre o Sportage e o Sorento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De recordar que o Ioniq 5, com 4,64 m de comprimento, anuncia versões com capacidades de bateria de 58 e 72,6 kWh e uma autonomia em WLTP até 480 km.