240kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Casos ativos diminuem pelo 18.º dia consecutivo. Internamentos em UCI aumentam há três dias

Número de novos casos é maior dos 20 aos 49 anos. Apenas Lisboa e Vale do Tejo e região Norte registaram mortos nas últimas 24 horas. Casos ativos a descer, mas contactos sob vigilância aumentam.

i

Registaram-se 602 novos casos e nove mortos durante as 24 horas de quarta-feira, dia 7 de abril, de acordo com os dados do boletim da DGS.

Antonio Lacerda/EPA

Registaram-se 602 novos casos e nove mortos durante as 24 horas de quarta-feira, dia 7 de abril, de acordo com os dados do boletim da DGS.

Antonio Lacerda/EPA

Desde dia 1 de fevereiro apenas o boletim de 21 de março traduziu um aumento do número de casos ativos em Portugal. Todos os outros, diariamente, espelharam uma queda face ao dia anterior, algo que se mantém até esta quinta-feira, pelo 18.º dia consecutivo, depois de 22 de março. São agora 25.839 as pessoas ainda positivas à Covid-19 em Portugal, com 495 a precisarem de cuidados hospitalares e, destas, 122 internadas em unidades de cuidados intensivos.

Com mais 602 novos casos e nove mortos nas últimas 24 horas, Portugal viu o número de internados e doentes em cuidados intensivos subir.  Há neste momento 495 pessoas internadas nos hospitais portugueses, mais sete que no boletim de ontem.

O número de doentes graves a precisar de cuidados intensivos também aumentou, com mais seis doentes Covid-19 a ocuparem camas de cuidados intensivos. São agora 122 doentes nestas unidades, sendo o terceiro dia consecutivo que o número cresce (são mais 10 doentes em UCI no acumulado dos três dias).

Se comparado com igual período da semana anterior (entre domingo e quinta-feira), ainda assim, mantém-se a tendência de descida no número de doentes internados, mas com menos doentes nas unidades hospitalares (consequência do menor número de casos e controlo progressivo da pandemia) a consequência é que a descida seja menos expressiva do que nas semanas anteriores, quando os números eram também mais elevados.

A 22 de março havia 33.120 os doentes infetados com a Covid-19 e esta quinta-feira são 25.839, uma redução de 7.604 casos. Nessa data, eram 15.080 os contactos que as autoridades de saúde mantinham sob vigilância, mas os impactos do desconfinamento e da multiplicação de contactos também parecem fazer-se sentir neste indicador, com o número a crescer. São agora 16.182 as pessoas acompanhadas pelas autoridades de saúde (um aumento de mil), ainda que os casos ativos sejam menos (diminuição de mais de 7.000).

Dos nove mortos, seis foram registados a Norte e três em Lisboa e Vale do Tejo

Do total de mortos ocorrido durante a quarta-feira, em consequência da Covid-19, seis registaram-se na região Norte e três em Lisboa e Vale do Tejo, as únicas regiões do país com mortos neste relatório diário da DGS.

Já quanto ao número de infeções, a região com maior número de casos confirmados foi Lisboa e Vale do Tejo (229), seguida do Norte (189), Centro (64), Algarve (55), Açores (31), Madeira (18) e, por último, a região do Alentejo com 16 novos casos reportados.

Destes nove mortos que se registaram ao longo do dia de quarta-feira, uma mulher tinha entre 40 e 49 anos. Segundo as informações da DGS, quatro tinham mais de 80 anos (dois homens e duas mulheres), dois tinham entre 70 e 79 anos (um homem e uma mulher) e dois homens tinham entre 60 e 69 anos.

Acima dos 70 anos só se registaram 56 casos, tantos como em crianças até aos 9 anos

No que diz respeito à idade das pessoas com infeção confirmada nas últimas 24 horas a grande maioria de casos acontece nas faixas etárias entre os 20 e os 49 anos (num total de 293 infetados).

Os casos em idosos acima dos 70 anos têm atualmente menos expressão que há alguns meses. Olhando para o boletim desta quinta-feira, por exemplo, somando o número de homens e mulheres acima dos 70 anos infetados totalizam 56 infeções, precisamente o mesmo número de crianças até aos 9 anos com infeção confirmada.

Até aos 19 anos foram confirmados mais 93 novos casos (37 dos 10 aos 19) e, nas faixas etárias mais altas, dos 50 aos 69 anos foram 160 as pessoas a terem diagnóstico positivo à Covid-19.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.