Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Morreu esta quinta-feira em Portugal uma mulher de 61 anos “portadora de doença cardíaca em estado muito avançado”, no dia em que foi vacinada contra a Covid-19. A informação foi avançada pela Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), em comunicado enviado à imprensa.

O comunicado não detalha que vacina foi administrada, mas refere que a mulher era uma doente dependente e que estava atualmente a ser acompanhada pela equipa de cuidados paliativos do Centro Hospitalar Universitário de São João.

A causa da morte, e a influência que a administração da vacina pode ter tido ou não no desfecho, será apurada apenas depois da realização de uma autópsia. Mas o caso está já a ser alvo de inquérito, como o comunicado detalha: “O Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) onde a pessoa estava inscrita está já a averiguar o cumprimento de todos os procedimentos clínicos definidos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR