À semelhança do que tinha acontecido no grupo A, onde FC Porto e Óquei de Barcelos deixaram de fora o Nóia nas duas primeiras jornadas, também Sporting e Oliveirense, ao vencerem o Réus nas rondas iniciais, deixaram de fora o conjunto espanhol fora da luta pela Final Four. E sabendo-se antes do início que até um segundo lugar poderia valer ainda apuramento, a equipa de Oliveira de Azeméis partia em vantagem em caso de empate.

FC Porto empata com Barcelos e garante presença na Final Four da Liga Europeia

Na abertura do grupo, os leões começaram melhor, saíram a ganhar ao intervalo por 3-1, sentiram dificuldades no reatamento sobretudo depois do bis de Álex Rodríguez que deixou o resultado pela vantagem mínima mas acabou por segurar a vitória por 5-3 frente ao quarto classificado da Liga espanhola com golos de Toni Pérez, João Souto, Ferrant Font, Telmo Pinto e Gonzalo Romero. Este sábado, o Réus marcou logo no segundo minuto por Joan Salvat mas a Oliveirense teve uma boa reação, conseguiu a reviravolta ainda antes do intervalo e fechou com um triunfo por 5-1 com golos de Ferruccio (dois), Lucas Martínez (dois) e Marc Torra.

Era na diferença de golos que o conjunto de Paulo Pereira tinha vantagem, na terceira versão de um duelo que na presente temporada acabara com resultados diferentes mas sempre equilibrados: 2-1 em Alvalade, 3-1 em Oliveira de Azeméis. Agora, houve empate (6-6). E essa igualdade acabou por beneficiar as duas equipas, com a Oliveirense a ganhar o grupo e a encontrar agora o FC Porto nas meias da Liga Europeia, ao passo que o Sporting garantiu a posição de melhor segundo classificado, defrontando de seguida o Benfica (que goleou o Barcelona).

O encontro teve uma entrada verdadeiramente alucinante e com (invulgares) cinco golos nos sete minutos iniciais: Pedro Gil (2′) e Telmo Pinto (5′) colocaram os leões na frente, Marc Torra reduziu no mesmo minuto, Toni Pérez fez o 3-1 logo a seguir e Vítor Hugo marcou o 3-2 aos 7′. Paulo Pereira parou o encontro, Lucas Martínez conseguiu o empate (10′) e Marc Torra colocou pela primeira vez a Oliveirense na frente num livre direto após azui a Ferran Font (19′) já depois de Girão ter travado uma grande penalidade de Lucas Martínez (15′). Todavia, a história da primeira parte não estava ainda contada e o Sporting conseguiu ainda colocar-se na frente antes do intervalo, com golos de Gonzalo Romero (20′) e João Souto (23′) que fizeram nova reviravolta no marcador.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O segundo tempo continuou com um encontro aberto mas sem tantos golos como nos 25 minutos iniciais, com parada e resposta no marcador: Ferran Font marcou num remate cruzado (30′), Marc Torra reduziu de imediato na recarga a uma grande penalidade (31′) e Vítor Hugo fez o empate final a seis aos 45′ já depois de Font (livre direto, 37′) e Lucas Martínez (penálti, 44′) terem perdido boas oportunidades de bola parada.