O plano de testagem rápida gratuita à Covid-19 de moradores das freguesias de Lisboa com maior incidência da doença passou a incluir mais cinco destas autarquias, para um total de 15, anunciou esta segunda-feira o presidente da Câmara.

Na rede social “Twitter”, Fernando Medina anunciou esta segunda-feira que o plano se estendeu aos moradores das freguesias de Alcântara, Avenidas Novas, Belém, Campo de Ourique e Misericórdia.

O plano funciona também, desde 31 de março, nas freguesias de Ajuda, Alvalade, Arroios, Estrela, Marvila, Olivais, São Vicente, Santa Clara, Santa Maria Maior e Santo António.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quando o plano foi iniciado, Fernando Medina tinha alertado que mais freguesias poderiam entrar ou sair da lista de testagem gratuita à medida que registasse uma relação de casos de Covid-19 superior ou inferior a 120 por 100 mil habitantes.

O programa destina-se aos moradores com mais de 16 anos destas 15 freguesias, que podem fazer dois testes rápidos à Covid-19 por mês nas farmácias aderentes.

A iniciativa pretende identificar casos de Covid-19 de forma mais rápida e assim ajudar a conter a pandemia.

Se um teste for positivo, a farmácia aderente reporta o caso detetado no SINAVE, o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde.

A marcação pode ser feita presencialmente nas farmácias aderentes, que podem ser consultadas aqui, ou através do número 1400. Segundo a lista de farmácias no site da autarquia, hoje eram 83 as farmácias disponíveis para testagem nas 24 freguesias lisboetas.