Um mal nunca vem só, pelo menos no caso de Sergio Ramos: o central do Real Madrid, que tem estado fora das opções de Zinedine Zidane por lesão, está infetado com Covid-19. O anúncio foi feito pelo clube na manhã desta terça-feira, explicando que o capitão de equipa testou positivo na última ronda realizada por todo o plantel do campeão espanhol tendo em vista a segunda mão dos quartos da Liga dos Campeões com o Liverpool.

Depois de ter sido operado ao menisco interno do joelho esquerdo em fevereiro, Sergio Ramos conseguiu fazer uma recuperação rápida e voltou aos relvados em março pelo conjunto de Madrid, tendo também sido chamado de novo à seleção espanhola por Luis Enrique. Aí, no encontro com o Kosovo, o central sentiu um problema no final, sendo depois confirmada uma lesão muscular no gémeo interno da perna esquerda.

Era neste ponto que Sergio Ramos se encontrava, com a previsão de mais duas semanas de fora para debelar a lesão contraída na seleção, numa fase em que também Raphael Varane se encontra de fora da equipa por ter contraído Covid-19, promovendo a titularidade de Éder Militão e Nacho no eixo recuado. As últimas aparições públicas do jogador, que tem trabalhado apenas no ginásio com os fisioterapeutas dos merengues, foram os jogos que a equipa realizou em Valdebebas, frente ao Liverpool na Champions e ao Barcelona na Liga. No final da partida diante dos catalães, o central desceu ainda à zona de acesso aos balneários do recinto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Barça perde com Real entre bolas nos postes, penáltis reclamados e uma dúvida: foi o último clássico de Messi?

De referir que este é o sétimo caso positivo de Covid-19 no plantel do Real Madrid, depois de Mariano, Eden Hazard, Éder Militão, Casemiro, Jovic (que foi cedido ao Eintracht) e Nacho. Também o treinador principal da equipa, Zinedine Zidane, esteve infetado entre o final de janeiro e o início de fevereiro, tendo recebido alta no mesmo dia em que o presidente do clube de Madrid, Florentino Pérez, testou positivo.