A Liberty Seguros anunciou esta quarta-feira que 1.786 dos seus colaboradores (99,2% do total) espalhados por Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte, vão aderir ao teletrabalho de forma permanente.

O CEO da Liberty Seguros no mercado Europeu, Juan Miguel Estallo, apresentou a 11 de março este novo modelo de organização digital, intitulado “Liberty Digital Way”. Nessa altura, 93% dos trabalhadores já tinham expressado, durante o confinamento, o desejo de continuar em teletrabalho para sempre.

A essa decisão estão associadas outras vantagens: receberão 660 euros brutos adicionais por ano para cobrir despesas. Além disso, as pessoas destacam que agora mais facilmente podem mudar o local de residência e trabalhar a partir de qualquer ponto do país – só precisando de se deslocar às instalações da empresa “até um máximo de dois dias por semana”, como refere o comunicado emitido pela seguradora.

A Liberty Seguros “será a primeira grande seguradora 100% digital baseada na cloud pública na Europa”, sendo o “Liberty Digital Way” um passo importante nesse processo de transformação da cultura organizacional da empresa que se iniciou há dois anos e envolve um investimento total de 100 milhões de euros em tecnologia, a ser aplicado até 2024.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Juan Miguel Estallo, em declarações aos jornalistas esta quarta-feira, mostrou-se satisfeito pela “grande adesão que o novo modelo organizacional tem tido junto dos nossos colaboradores e com o progresso que representa no nosso plano estratégico. Após um intenso trabalho para implementar o projeto de transformação digital com todos os nossos stakeholders, sentimo-nos prontos para avançar para uma nova fase de futuro e construir alianças”.

A Liberty Seguros é a maior operação do Grupo Liberty Mutual fora dos EUA, e inclui negócios em Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte sob a mesma estrutura legal.