Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um ataque informático à Coindu mantém a empresa de fabrico de capas de assentos para carros encerrada desde terça-feira, noticiou o Jornal de Notícias.

A produção nas unidades de Mogege e Joane, em Famalicão, e de Arcos de Valdevez, com cerca de 2.500 trabalhadores, está parada.

Além das fábricas portuguesas, as unidades da empresa na Roménia e no México também foram atacadas por piratas informáticos.

Os danos ainda não são conhecidos. A empresa fabrica capas de assentos de luxo e tem entre os seus clientes as principais marcas de veículos elétricos, segundo o JN.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR