Torceu mas não caiu: apesar da derrota ainda na fase de grupos, Bárbara Timo foi para as repescagens e ganhou a medalha de bronze na categoria de -70kg do Europeu de judo, após derrotar a jovem croata Lara Cvjetko, que no último ano se sagrou campeã europeia Sub-23, no golden score, por terceira penalização.

Bárbara Timo diz que queria “dar tudo” para subir ao pódio

A luso-brasileira de 30 anos, 14.ª do ranking da categoria, que tinha feito a estreia por Portugal em Europeus há seis meses em Praga, ficou isenta da primeira ronda e ganhou depois à húngara Szabina Gercsak (35.ª) por waza-ari, perdendo depois com a terceira melhor do mundo, a holandesa Kim Polling, por ippon.

Bárbara Timo é vice-campeã do mundo de judo na categoria -70kg

Apesar do desaire, a judoca do Benfica não quebrou e foi ainda resgatar uma medalha de bronze, começando por vencer a espanhola Maria Bernabeu (17.ª) por ippon e vencendo depois Lara Cvjetko no golden score, naquele que foi o segundo grande pódio de Bárbara Timo extra Grand Slam e Grand Prix depois de ter conseguido em 2019 sagrar-se vice-campeã mundial da categoria.

A vitória foi para a holandesa Sanne van Dijke, que conseguiu assim a sua segunda vitória em Europeus e um total de quatro medalhas (dois ouros e duas pratas) nos últimos cinco anos após derrotar a francesa Margaut Pinot, segunda melhor em -70kg apenas superada pela compatriota Marie Eve Gahie. A russa Marina Taimazova ficou com o outro bronze, após derrotar no último combate das repescagens a favorita Kim Polling.