O índice de transmissão de transmissibilidade do coronavírus, mais conhecido como R(t), manteve-se estável em Portugal nas últimas 24 horas, registando-se o mesmo valor de 1,05 a nível nacional que se verificou no último boletim, referente a quinta-feira. Se contabilizarmos os indicadores apenas em Portugal Continental, o R(t) é de 1,04, o mesmo valor registado no dia anterior.

A nível nacional, a incidência é de 71,6 casos de infeção por 100 mil habitantes. No Continente, há 68 casos por cada 100 mil habitantes.

Covid. 14 quadros mostram como estão os números em Portugal

Nesse sentido, o R(t) e a incidência mantêm-se estáveis, após estes valores terem descido na quinta-feira — na quarta-feira, a nível nacional o R(t) estava nos 1,06, com incidência de 72,4 casos por cada 100 mil habitantes.

O boletim da Direção Geral da Saúde (DGS) divulgado este sábado revela ainda que Portugal ultrapassou a barreira dos 830 mil casos de infeção por SARS-CoV-2, depois de terem sido detetados 649 novos casos nas últimas 24 horas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No total, foram registados 830.560 casos de coronavírus desde o início da pandemia, sendo que 788.274 (mais 667 em relação ao dia anterior) já recuperaram.

Quanto ao número de mortes, registaram-se mais cinco óbitos nas últimas 24 horas — três na região de Lisboa e Vale do Tejo, um no Algarve e outro nos Açores — elevando o total para 16.942.

Apesar de não ter registado qualquer óbito, foi na região Norte que se verificou o maior número de infeções (258), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo (198). Na região Centro, há mais 52 casos de infeção a registar, enquanto no Alentejo há mais 43 e no Algarve mais 47. Nos Açores registaram-se mais 33 casos positivos de SARS-CoV-2, enquanto na Madeira foram 18 as novas infeções.

Menos internados, mas mais doentes em UCI

Quanto ao número de internados, verificou-se uma descida: há neste momento 415 doentes hospitalizados, menos 14 comparativamente ao dia anterior. No entanto, registou-se um aumento no número de pessoas admitidas em unidades de cuidados intensivos (UCI): são agora 103, mais duas do que nas últimas 24 horas.

R(t) e incidência baixam a poucos dias de nova fase de desconfinamento

Comparativamente ao sábado da semana passada, há menos 51 pessoas internadas, uma tendência que se verifica também nos internamentos em UCI: há uma semana eram 119, atualmente são 103.

Por outro lado, o número de casos ativos diminui: são neste momento 25.344, menos 23 do que nas últimas 24 horas. Contudo, aumentou o número de contactos sob vigilância das autoridades sanitárias — são neste momento 20.638, mais 698 do que na quinta-feira.