O operador de uma roda gigante numa feira na Flórida, Estados Unidos, que agrediu fisicamente uma mulher negra e empurrou a filha desta, expulsando a família da atração, foi atacado pouco depois pelos visitantes do parque de diversão que testemunharam o episódio. A mulher estava acompanhada por dois filhos — um rapaz e a rapariga, ambos menores. O momento, que ocorreu este domingo, foi captado em vídeo pelos visitantes do parque de diversões.

O ataque aconteceu no Opa Locka Hialeah Flea Market, uma feira no sul da Flórida. O vídeo, publicado nas redes sociais, mostra um homem de máscara a segurar um dos bancos da roda gigante enquanto a mulher e os dois filhos saem do seu interior. Entretanto, a mulher começa a gritar para o homem, que a empurra.

Durante o confronto entre os dois adultos, à conta da investida do homem, uma das crianças, a menina, caiu na plataforma da roda gigante. Entretanto, um homem e uma mulher entraram na atração para porem termo ao confronto, procurando defender a mãe. A seguir, outros visitantes aproximaram-se e começaram a pontapear e a soquear o operador da roda gigante.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O operador da roda gigante acabou por ser detido pelas autoridades quando a polícia foi chamada à feira às 21h44, hora local, por causa de uma “perturbação dentro do espaço”. Nem a mulher, nem as crianças foram identificadas imediatamente — aliás, outros visitantes do espaço fugiram da feira assim que a polícia chegou —, mas os detetives da investigação criminal acabaram por descobrir o paradeiro da mulher.

Outro vídeo captado antes deste episódio mostram o mesmo homem a gritar com uma criança que queria entrar na roda gigante, assim como com outros trabalhadores da mesma atração. As imagens também foram analisadas pela polícia, que entendeu haver “causa provável” para a detenção do operador da roda gigante.