O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, assegurou esta terça-feira que a Missão portuguesa aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio2020 vai ser vacinada contra o novo coronavírus em tempo útil.

Em declarações à margem de uma visita ao Colégio Moderno, o governante lembrou que o Comité Olímpico Internacional (COI) “apresentou como condição que os atletas olímpicos e paralímpicos” tivessem de ser vacinados, tendo apresentado “a disponibilidade de vacinas chinesas na eventualidade de os países não terem vacinas”.

Felizmente nós temos vacinas, por isso, estamos a trabalhar com o Comité Olímpico de Portugal (COP) e o Comité Paralímpico de Portugal (CPP) para que atempadamente todos os atletas e toda a comitiva possam ser vacinados, para que possam representar Portugal no maior certame multidesportivo internacional”, disse o governante, que tutela o desporto.

Tiago Brandão Rodrigues recorda que “a vacinação tem de acontecer até um período de 25 dias antes da entrada na Aldeia Olímpica”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Sendo eles, na sua grande maioria, pessoas com menos de 60 anos, imagino que não sejam vacinados com a vacina da AstraZeneca. Essa é uma vacina que tem uma diferença de três meses para a segunda toma, tendo as outras menos tempo, acontecerá em tempo útil”, assegurou.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados um ano devido à pandemia de Covid-19, vão realizar-se de 23 de julho a 8 de agosto, com os Paralímpicos a serem de 24 de agosto a 5 de setembro.