Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Até 2025, os 200 veículos que compõem actualmente a frota do Grupo Ermenegildo Zegna vão ser substituídos por novos modelos, mais amigos do ambiente, fornecidos pelas diferentes marcas que fazem parte da Stellantis. A parceria inscreve-se no âmbito da nova “política de viaturas verdes” que a marca de luxo italiana anunciou em comunicado que irá implementar, com vista à redução das emissões de dióxido de carbono da sua frota, equipando-a com veículos 100% eléctricos ou híbridos plug-in.

A Stellantis surge como uma escolha natural para a concretização deste programa de mobilidade sustentável, na medida em que a marca de luxo de pronto-a-vestir masculino italiana tem uma relação próxima e de longa data com a Fiat Chrysler Automobiles (FCA), que recentemente se fundiu com a PSA constituindo o 4.º maior grupo automóvel mundial.

Por outro lado, se “o desenvolvimento sustentável tem estado no centro da visão do Grupo Zegna”, desde a criação da empresa em 1910, não é menos verdade que a Stellantis está em clara trajectória para oferecer soluções completas visando deslocações com zero emissões. Isso mesmo frisou o CEO do grupo, Carlos Tavares: “Estamos muito satisfeitos por acompanhar o Grupo Zegna com a nossa gama de veículos limpos, seguros e acessíveis, actualmente composta por um total de 30 modelos híbridos plug-in e totalmente eléctricos.” O gestor português aproveitou ainda para frisar que o grupo que dirige “tem a escala, a tecnologia e a ambição para superar as expectativas dos seus clientes e satisfazê-las plenamente, através de soluções de mobilidade eficazes”.

A transição para veículos electrificados do Grupo Ermenegildo Zegna far-se-á não apenas com a renovação da frota, mas também com a criação de condições favoráveis para uma mobilidade mais “limpa”. Está previsto que além de instalar postos de carga em todos os seus escritórios e instalações, o grupo italiano vai “oferecer aos seus colaboradores contratos de aluguer de viaturas com condições atractivas para modelos híbridos e 100% eléctricos, bem como cartões de combustível e de carregamento para os seus veículos”. Simultaneamente, os colaboradores da empresa poderão testar a gama de modelos exclusivamente a bateria que a Stellantis disponibiliza e “receber conselhos de eco-condução”, isto é, dicas sobre os procedimentos que devem adoptar para uma condução mais ecológica e económica, tirando o máximo partido das capacidades dos novos veículos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR