Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Churrasco Português no Sheraton Cascais Resort

Rua das Palmeiras, 5, Cascais. Sextas, das 19h às 22h30. 21 482 9100. Preço: 39 euros por adulto.

Para abrir a época do churrasco de verão: o restaurante Glass Terrace serve, todas as sextas-feiras, um jantar digno do maior dos arraiais. O Churrasco Português é o novo menu criado pelo Sheraton Cascais Resort e inclui as várias iguarias típicas que não podem faltar numa refeição deste calibre — saladas de polvo, de grão com vinagrete de pimentos e de orelha de porco, e isto só para começar. Sob o conceito da partilha, serve-se o caldo verde, peixes gralhados (dourada, corvina, carapau) e carnes diretamente saídas da grelha (entremeada, frango, vazia). Para acompanhar, há molhos, salada, batata e legumes assados. A seleção de sobremesas inclui salada de fruta, mini pastéis de nata, arroz doce e mousse de chocolate. O menu inclui uma taça de champanhe e um café ou um chá, as restantes bebidas são à parte. Custa 39 euros por pessoa, 19,50 euros para crianças dos 5 aos 9 anos.

Os churrascos servem-se todas as sextas, ao jantar, no Sheraton Cascais Resort © DR

Festival Mental

Vários locais de Lisboa. festival@mental.pt.

Para falar sobre saúde mental: aqui não entram tabus nem análises e diagnósticos preconcebidos — o Festival Mental toca na ferida que dói a muitos para desconstruir e falar sobre saúde mental. O evento, que decorre entre 20 e 28 de Maio, tem três pilares principais nesta que é a sua 5.ª edição, são eles ecoansiedade, somatização e depressão, temas a serem discutidos em conversas e debates (M-Talks). A estas junta-se a restante programação que contempla teatro, música, cinema e até um segmento infantil do festival, o Mental Júnior. Esta edição traz mais uma Mostra Internacional de Curtas e Longas Metragens, resultado de uma seleção de filmes com a temática da saúde mental vindos de 45 países através da plataforma Filmfreeway — a primeira sessão acontece na sexta, dia 21 às 17h, e decorre depois à mesma hora no sábado e domingo. O festival decorre no Cinema São Jorge, na Fábrica Braço de Prata e no espaço Atmosfera M, e a programação completa pode ser consultada aqui.

O Cinema São Jorge é um dos locais onde decorre o Festival Mental. Serão nestas salas projetados as curtas e longas metragens da programação © DR

Casa do Capitão

Hub Criativo do Beato. Rua do Grilo, 119, Beato. Quarta a domingo (vários horários). Reservas: reservas@casa-capitao.com / 216 033 429. A partir de 4 euros.

Para passar uma tarde entre comes, bebes e música: o sucesso do verão passado ditou que a Casa do Capitão voltasse a bom porto e ocupasse de novo um dos espaços do Hub Criativo do Beato. Encabeçada pela CTL – Cultural Trend Lisbon, que detém espaços como o Musicbox e o restaurante Povo, a iniciativa pop up regressa com programação para todas as idades com concertos, oficinas, DJ sets, leituras e comes e bebes, fruto de uma parceria com a A Praça. O terraço está em funcionamento de quarta a domingo, sendo as manhãs de fim de semana dedicadas às atividades com os mais pequenos. Esta sexta, 21, há concerto de Lula Pena (18h30) e DJ set de Maurício Lage (20h), enquanto que no sábado o dia arranca com uma oficina infantil da Triciclo Editora (11h), segue com outra de serigrafia para adultos (15h) do AtelierSer. Nesse dia, às 17h há concerto de Beatriz Pessoa e Mariana Camacho e depois DJ set de Diana Oliveira. No domingo, dia 23, decorre de novo a oficina de serigrafia do AtelierSer (10h30), às 15h há oficina infantil da Triciclo e o fim de semana fecha com DJ set dos Those Dancing Days ft. Xinobi e Conhecido João (16h). A programação da Casa do Capitão pode ser consultada no site.

A Casa do Capitão está aberta de quarta a domingo, sendo aconselhável a reserva dos eventos © Ana Viotti

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Cúpula do Pavilhão Rosa Mota

Rua D. Manuel II, Porto. Quarta a domingo, a partir das 15h até às 20h.  22 050 3257. 12,50€/pessoa. Bilhetes à venda no local e na Ticketline.

Para perder o medo das alturas: as vistas desafogadas para o Douro, para o Mosteiro da Serra do Pilar, a Ponte da Arrábida ou as caves do vinho do Porto são a cereja no topo do bolo depois de subir os 196 degraus que o levam à cúpula do Pavilhão Rosa Mota onde, a 30 metros do solo e acima da copa das árvores dos Jardins do Palácio de Cristal, pode contemplar Porto e Gaia a 360 graus. O espaço foi melhorado — as escadas de betão que dão acesso ao varandim foram aumentadas e os corrimãos cresceram — e agora há guias turísticos que explicam, do ponto de vista histórico, arquitetónico e cultural, a paisagem que se observa a 30 metros de altitude. A façanha é da Porto Secrets Spots, empresa responsável por promover visitas guiadas a locais improváveis e pouco conhecidos na cidade, que disponibiliza agora esta experiência que desafia as vertigens de qualquer um. As visitas duram 40 minutos e realizam-se todas as tardes, até ao pôr do sol, havendo interrupção apenas para quando o vento sopra a mais do 35 km/hora e para quando há concertos no pavilhão.

cúpula rosa mota

São quase duas centenas de degraus que terá de subir para alcançar o topo do Pavilhão Rosa Mota © Rui Oliveira / Observador

Pequeno-almoço na Sala de Corte

Praça D. Luís I, 7, Lisboa. Sábados e domingos, das 9h às 12h. 21 346 0030. A partir de 4 euros.

Para quem esta ainda é a refeição mais importante do dia: a Sala de Corte introduziu um novo menu, o de pequeno-almoço. Em pleno Cais do Sodré, a proposta é sair da cama mais cedo e trocar o brunch da moda pelo clássico dejejum, com a ajuda de uma carta simples e que se resume ao essencial. Para comer, ovos não faltam (benedict, florentine ou simplesmente mexidos) e uma tosta de rosbife que faz jus à especialidade da casa, a carne. A french toast com maçã caramelizada promete adoçar a boca aos madrugadores. Na carta de bebidas, destaque o bloody mary e para a mimosa, porque de manhã é que se começa o dia.

O pequeno-almoço da Sala de Corte pode ser tomado na esplanada, dentro do restaurante ou ainda no pátio interior © DR

“À Margem”, de Rodrigo Veloso

Rua Passos Manuel, 99A, Lisboa. De quarta a sexta, das 16h às 20h, e sábado e domingo, das 11h às 16h. Até 4 de junho. Entrada livre.

Para conhecer um novo laboratório criativo em Lisboa: é no Corrente, um novo espaço de trabalho partilhado com vocação para a área artística, que Rodrigo Veloso inaugura já esta quinta-feira a exposição “À Margem”. Arquiteto de formação, o artista resolveu, há precisamente um ano, enveredar por outra carreira, esta ligada ao desenho e à pintura. Agora, chega a altura de mostrar o resultado desta mudança de vida e da inspiradora viagem ao Egito feita no início de 2020. A exposição pode ser visitada até dia 4 de junho.

“Dancing in the Nile”, trabalho de Rodrigo Veloso que faz parte da exposição “À Margem” © DR

Braga Romana à Mesa

Em 19 restaurantes da cidade de Braga. Até domingo. Menus vão dos 6,50 aos 25 euros.

Para viajar no tempo sem sair da mesa: a Associação Comercial de Braga organiza a quarta edição do evento Braga Romana à Mesa e, durante este fim de semana, são 19 os restaurantes da cidade que apresentam menus especiais, inspirados nos hábitos alimentares e culturais da região durante a ocupação romana da Península Ibérica. Um regresso a Bracara Augusta marcado não apenas pelos sabores, mas pela recriação histórica do quotidiano romano de ocupa as ruas do centro da cidade durante estes dias. A lista de restaurantes aderentes pode ser consultada online. Os menus também estão disponíveis para take-away.

Uma das sugestões romanas do restaurante Méze, em Braga © DR

“J’avale la vague qui me noie le soleil de midi”

Rua do Centro Cultural, 17B, Lisboa. Quarta a sábado, das 14h às 19h. Até 19 de setembro. Entrada livre.

Para conhecer novos nomes do circuito artístico lisboeta: depois de ter exposto no MAAT, na Galeria Zé dos Bois e na Galeria Boavista, entre outros locais de referência na capital, a luso-espanhola AnaMary Bilbao chega à Fundação Leal Rios com “J’avale la vague qui me noie le soleil de midi”. O desenho e a repetição de procedimentos plásticos continuam a estar presentes no trabalho da artista, embora as suas obras resultem também, e desde 2016, da intervenção direta em negativos e fotografias encontradas em mercados de rua. A estes suportes, junta ainda imagem em movimento e som. Em 2019, AnaMary Bilbao foi nomeada para o Prémio Novos Artistas da Fundação EDP. A exposição fica patente até dia 19 de setembro.

A exposição é de entrada livre e fica patente até 19 de setembro © DR

Nova carta do LSD

Largo de São Domingo, 78, Porto. Terça a sábado, das 12h às 15h30 e das 19h às 22h30, e domingo, das 12h às 16h. 910 298 589. A partir de 2 euros.

Para voltar a juntar amigos à mesa: o portuense LSD renovou a sua carta mesmo a tempo do novo desconfinamento e tendo a partilha como conceito orientador. Entre entradas, pratos principais e sobremesas, é a pensar em refeições a vários garfos (ou a várias mãos) que o restaurante apresenta novas iguarias — o cheesecake de queijo de ovelha, as croquetas de polvo e o tártaro no osso com tutano, entre outras. A corvina com marisco e a sanduíche de costela mendinha e bife do vazio fazem a passagem para os pratos principais. O pudim de gemas e o gelado fumado “à lareira”, com calda de ginjas, creme de fava tonka e crumble, destacam-se entre os doces.

Sanduíche de costela mendinha e bife do vazio, uma das novas especialidades do LSD, no Porto © DR

Hype Market

Avenida de Roma, 33, Lisboa. Sábado e domingo, das 10h às 19h. Entrada livre.

Para as primeiras compras de verão: o Hype Market retoma as edições físicas, depois de mais de um ano limitado às compras online. Para este regresso, escolheu o Hotel Roma e selecionou 20 marcas portuguesas, já a pensar no verão que se avizinha, entre biquínis, fatos de banho, acessórios de moda e artigos de decoração. A organização promete o cumprimento de todas as medidas de segurança e ainda anuncia o regresso à localização original do mercado, na Avenida da Igreja, para depois do verão.

A What Goes Around vai ser uma das marcas presentes no mercado © Instagram.com/hypemarketlx

“Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.