Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A GNR encontrou na tarde desta quinta-feira sete cães mortos numa casa em Bucelas, na cidade de Loures, noticia o jornal Público. Os cadáveres dos animais foram encontrados dentro de arcas congeladoras na garagem, armários e ainda nos canis no quintal, segundo explicou o IRA – Intervenção e Resgate Animal nas redes sociais.

Cães mortos dentro de arcas congeladoras na garagem, dentro dos armários dos quartos, dentro de canis no quintal. Cães que foram morrendo lentamente. Dia após dia, à fome e à sede”, lê-se no Facebook do grupo.

Foi o IRA que recebeu uma denúncia de vizinhos através das redes sociais e que depois reportou o caso às autoridades. “O proprietário não era visto desde dezembro, pelo que o estado do animal no quintal alarmou os vizinhos que nos contactaram imediatamente”, conta o grupo no Facebook, acrescentando: “Em quatro anos de existência da nossa instituição, esta será provavelmente a maior tragédia com cães!”

CASA DOS HORRORES – BUCELAS.ATENÇÃO: Imagens chocantes e linguagem imprópria!!O proprietário dos animais foi identificado, encontrando-se em parte incerta.Já eliminou o seu perfil nas redes sociais.Por se tratar de um crime de maus-tratos a vários animais, o caso seguirá procedimento criminal.O pastor belga sobrevivente foi transportado para o Gabinete Médico-Veterinario Municipal de Loures para relatório de perícia.À semelhança com outros casos, iremos requerer a constituição de fiel depositário para que o mesmo seja entregue ao IRA.É INADMISSÍVEL QUE EXISTA UMA LEI DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS TÃO BRANDA QUE PERMITA ESTE TIPO DE ATROCIDADES!Partilhem para se localizar o Fábio, autor deste massacre!IRA

Posted by IRA – Intervenção e Resgate Animal on Thursday, May 27, 2021

O IRA adianta nas redes sociais que “o proprietário dos animais foi identificado, encontrando-se em parte incerta”. Foi agora aberta uma investigação por suspeitas da prática de crimes contra animais de companhia, escreve também o jornal Público.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Com a GNR esteve também o canil municipal de Loures. Além dos sete cães mortos, foi ainda encontrado um outro cão ainda vivo, um pastor belga, que foi transportado para o Gabinete Médico-Veterinario Municipal de Loures para relatório de perícia. O IRA irá depois acolher o animal: “Faremos tudo ao nosso alcance para que tenha a sorte e a felicidade que nunca teve”.