Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol castigou Sérgio Conceição com uma suspensão de 30 dias no seguimento da expulsão na final da Taça de Portugal de 2019/20, a 1 de agosto de 2020. Em paralelo, o técnico dos azuis e brancos terá ainda de pagar mais uma multa de 10.200 euros pelo mesmo motivo.

Expulso, de dedo no ar, em lágrimas e a dar um pezinho de dança: a noite de glória de Sérgio foi direita por linhas tortas

De recordar que, nesse encontro disputado no Estádio Cidade de Coimbra frente ao Benfica, o treinador dos dragões tinha sido expulso pelo árbitro Artur Soares Dias perto do intervalo, no seguimento de protestos que já lhe tinham valido um cartão amarelo poucos minutos antes pelo cartão vermelho a Luis Díaz (38′).

“Expulsão de Sérgio Conceição? Se houver câmaras vão perceber o que aconteceu, eu estava mais atrás, não vi. Vi, sim, uma reação pequena perante uma falta que é marcada. E perante isto o árbitro expulsou o treinador, num jogo decisivo. Acho que tem de haver um pouco mais de sensibilidade para perceber o contexto”, tinha comentado Vítor Bruno, adjunto do técnico dos dragões, na zona de entrevistas rápidas da RTP.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De recordar que Sérgio Conceição, que termina contrato com o FC Porto no final de junho mas já acertou os moldes gerais para uma renovação por dois anos até 2023, tem nesta altura uma sanção de 21 dias “congelada” após recurso ao Tribunal Arbitral do Desporto (o que fez com que cumprisse um jogo de fora, em casa com o Famalicão, mas estivesse depois no banco frente a Benfica, Rio Ave e Belenenses SAD) e foi punido com mais dez dias de castigo na sequência da expulsão no jogo com o Portimonense, no Algarve, a contar para a 24.ª jornada.

Ainda na presente temporada, o treinador dos portistas já tinha sido castigado com 15 dias de suspensão após a expulsão no final do encontro com o P. Ferreira, em outubro. O único vermelho ao técnico que resultou apenas em multa surgiu na partida em Braga, no empate a dois dos azuis e brancos na 18.ª jornada do Campeonato. Assim, e ao todo, Sérgio Conceição leva já 76 dias de suspensão (entre cumpridos e não cumpridos), sendo que os últimos 30 surgiram após um processo disciplinar que foi instaurado… há dez meses.