Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O PS já tem candidato à Câmara Municipal do Porto. Trata-se do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, avançou o Público e confirmou o Observador.

A decisão, que acaba com um impasse que se arrastava há semanas nas estruturas do PS-Porto, resultará de um acordo entre António Costa e a federação do Porto, liderada por Manuel Pizarro. Segundo fontes socialistas ouvidas pelo Observador, a decisão aponta para que haja planos para chegar a um acordo pós-eleitoral com Rui Moreira, daí a escolha de um nome com menos notoriedade que poderá ficar depois como vereador com pelouros.

A escolha não está a agradar às estruturas: ao Observador, várias fontes apontam a pouca “notoriedade” de Eduardo Pinheiro, garantindo que a opção mostra uma “desistência” do PS em relação à Câmara do Porto.

A concelhia portuense tinha já manifestado preferência pelo presidente da estrutura local, Tiago Barbosa Ribeiro, que se tinha no entanto colocado fora da corrida nos últimos dias. Entretanto, também José Luís Carneiro, secretário-geral adjunto do PS, tinha avançado a sua indisponibilidade, como noticiava esta terça-feira a TSF.

Eduardo Pinheiro tem experiência autárquica, tendo sido vereador na Câmara de Matosinhos entre 2013 e 2017. Em janeiro desse ano, assumiu a presidência daquela autarquia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR