Os quatro chefes de redação da Lusa pediram demissão depois de a diretora da agência ter alterado a direção, com a saída do diretor adjunto Vítor Costa e da subdiretora Margarida Pinto, disse o esta terça-feira o Conselho de Redação (CR).

Numa mensagem interna, o CR adiantou que ouviu os chefes de redação, que “explicaram que apresentaram a sua demissão por sentirem que, com a saída do Vítor Costa e da Margarida Pinto da Direção de Informação, com os quais desde há anos havia um estreito trabalho de equipa, deixou de fazer sentido a sua continuação no cargo”.

“O Conselho de Redação reuniu-se nos dias 1 e 7 de junho com a diretora de informação, Luísa Meireles”, indicou o órgão, acrescentando que a diretora “comunicou aos membros eleitos, no dia 1, que o diretor adjunto Vítor Costa e a subdiretora Margarida Pinto deixavam de fazer parte da DI (Direção de Informação), conforme foi depois comunicado à redação”.

De acordo com o CR, “a diretora justificou a decisão defendendo a necessidade de ter uma DI una e coesa”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Não estão em causa as competências do Vítor e da Margarida. Está em causa a coesão da direção. A pandemia criou dificuldades, mas julgo que não é uma surpresa que a direção não estava a funcionar dessa forma, una”, disse a responsável, citada pelo CR.

Por outro lado, “na reunião de dia 7, os elementos eleitos questionaram a DI sobre um eventual pedido de demissão dos chefes de redação”, tendo a direção confirmado “que esse pedido foi feito pelos quatro chefes de redação”.

Questionada sobre a razão de não ter comunicado estas demissões ao CR, Luísa Meireles disse que “está à espera que a ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social) receba os novos membros da Direção de Informação, para que a estrutura da direção seja ajustada”.

“Entretanto, pediu aos quatro chefes de redação que se mantivessem em funções até a nova direção tomar posse”, sendo que até lá “os quatro chefes de redação, o diretor adjunto e a subdiretora mantêm-se em funções interinamente”, de acordo com a mensagem.

No dia 1 de junho, os jornalistas Nuno Simas e Maria de Deus Rodrigues foram anunciados como novos diretores-adjuntos da Lusa, equipa liderada por Luísa Meireles.

“Depois de, hoje, ter sido reconfirmada como diretora de informação pelo novo presidente do Conselho de Administração, informo que promovi alterações na estrutura da Direção de Informação, que não continuará nos seus moldes atuais”, referiu então Luísa Meireles, numa nota à redação.

“O atual diretor adjunto Vítor Costa, bem como a subdiretora Margarida Pinto abandonarão os seus cargos e serão substituídos pelo Nuno Simas e a Maria de Deus Rodrigues, ambos como diretores-adjuntos”, acrescenta a diretora de informação.