O secretário-geral das Nações Unidos, António Guterres, apoiou o diálogo entre o executivo espanhol e a Catalunha, depois de Pedro Sánchez ter concedido um indulto aos independentistas condenados por causa do referendo.

Governo espanhol aprova indultos a líderes independentistas catalães. “É o momento de voltar à política, de virar a página”, diz Sánchez

“Há um princípio global essencial: o princípio de que todos os problemas devem ser resolvidos politicamente e o diálogo é um instrumento essencial para resolver os problemas do nosso tempo”, disse o secretário-geral da ONE, citado pelo El Mundo, depois de uma reunião com Pedro Sánchez.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

António Guterres não quis, no entanto, fazer uma avaliação específica da concessão dos indultos por parte do Presidente espanhol, referiu o jornal espanhol.

O que anunciou Pedro Sánchez sobre os indultos aos políticos catalães? E o que vem a seguir? Nove perguntas e respostas

Pedro Sánchez, por sua vez, já tinha descartado um novo referendo, que possa conceder a independência à Catalunha, mas admite um “referendo consultivo”. O Presidente defende um “diálogo dentro da legalidade democrática, de forma a chegar a um acordo”.