As autoridades detetaram 13 menores num edifício precário que servia de creche ilegal, no Montijo, e detiveram uma mulher, em flagrante delito, pelo crime de tráfico de droga, divulgou esta quinta-feira o Comando Distrital de Setúbal da PSP.

Em comunicado, a PSP explica que se deslocou àquele local para “verificar uma suspeita de maus-tratos a uma criança“, tendo o apoio da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) do Montijo (distrito de Setúbal).

“No local, verificaram a existência de 13 menores, com idades compreendidas entre 18 meses e 9 anos de idade, em situação precária, uma vez que a residência em causa não apresentava condições de habitabilidade, asseio e segurança para albergar as crianças, acrescido pelo facto de exercer uma atividade sem estar devidamente licenciada e habilitada”, refere a nota.

No decorrer desta operação, as autoridades detiveram também uma mulher, de 20 anos, por suspeita do crime de consumo e tráfico de droga, nomeadamente haxixe.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Considerando a situação de tráfico de estupefacientes, verificou-se que as crianças ali existentes estavam em risco pelo que […] se procedeu à retirada dos 11 menores, os quais foram entregues aos seus progenitores. Dois dos menores eram familiares da locatária, pertencendo àquele seio familiar”, adianta a nota.

Na busca domiciliária, as autoridades apreenderam 159 doses de haxixe, um tabuleiro, uma faca com lâmina, uma balança, uma tábua de corte, um cachimbo e duas caixas metálicas.

A detida foi notificada para comparecer esta quinta-feira no Departamento de Investigação e Ação Penal do Tribunal do Montijo para que lhe sejam aplicadas as respetivas medidas de coação.