Nuno Afonso, candidato do Chega à Câmara Municipal de Sintra, desafiou Ricardo Batista Leite e Basílio Horta para um debate a três. Depois de o candidato do PSD ter lançado o repto ao atual presidente da Câmara e recandidato socialista, Nuno Afonso mostrou interesse em se “juntar ao debate ou, em caso de recusa do candidato socialista, realizar esse debate com o próprio candidato do PSD”.

O também coordenador autárquico do Chega pretende ainda que o debate se realize mais cedo já que com o recolher obrigatório devido à pandemia da Covid-19 só haveria “uma hora para debater”, tendo em conta que Ricardo Batista Leite marcou a discussão para o dia 30 de julho, às 22 horas, na estação de comboios Queluz-Belas.

Numa nota que remeteu aos sintrenses e aos candidatos autárquicos, e depois de o deputado do PSD ter dito que passou “meses a escutar Sintra”, o dirigente do Chega atirou-se a Batista Leite ao dizer que o adversário não tem passado “assim tanto tempo” em Sintra nos últimos meses e que vai ter um “melhor resultado” do que o PSD nas eleições de setembro. Além da farpa, Nuno Afonso apresentou ainda “vários motivos” para ser incluído no debate, desde logo por ser “o único candidato que é de Sintra” e pelo facto de sempre ter vivido naquela vila. No mesmo sentido, acrescentou ainda o facto de estar ligado ao “associativismo, ao desporto, ao comércio e à educação no concelho”.

Nuno Afonso considera ser o “único candidato” capaz de mudar Sintra, apontando que PSD e PS não o conseguem fazer “há décadas”, nomeadamente no que toca a “desburocratizar, limpar a corrupção e efetivamente trabalhar em prol da comunidade”.

Baptista Leite desafia Basílio Horta para debate na linha de Sintra às 22 horas. “Eu estarei. O senhor estará?”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Chega apresenta queixa na CNE devido ao uso indevido de imagens institucionais

Nuno Afonso fez duas queixas à Comissão Nacional de Eleições (CNE) por alegadas ilegalidades cometidas pelo atual presidente da autarquia e recandidato do PS. O dirigente do Chega acusa Basílio Horta de utilizar uma imagem institucional enquanto presidente de Câmara em “todos os outdoors” de campanha para as autárquicas que estão presentes em Sintra.

O autarca de Sintra está ainda a ser acusado de utilizar os ecrãs nos centros de vacinação contra a Covid-19, mais precisamente nas salas de recobro onde os recém-vacinados têm de aguardar 30 minutos após serem vacinados, para promover o trabalho feito durante os anos em que foi presidente de câmara. Nuno Afonso apresentou queixa por esta razão, pelo facto de estarem a ser divulgados vídeos de “promoção política” nestes locais, com imagens do presidente da Câmara Municipal de Sintra em inaugurações de espaços, a anunciar obras para o futuro e até na presença do primeiro-ministro, António Costa.

Nuno Afonso na ‘Cadeira do Poder Autárquico’. “Eleger um vereador em Sintra será sempre um bom resultado”