O vento está a condicionar o movimento no aeroporto da Madeira, tendo obrigado sete aviões a divergir e ao cancelamento de um voo, refere uma informação na página da infraestrutura aeroportuária.

De acordo com os dados disponibilizados cerca das 17h00, desde as 13h00 que os aviões não estão a conseguir aterrar no Aeroporto Internacional da Madeira – Cristiano Ronaldo.

Divergiram para vários aeroportos alternativos ou regressaram à origem dois voos da British Airways (Londres), dois da easyJet que saíram do Porto, um da Jet2.com de Glasgow e um da Smartwings de Praga. Uma ligação da easyJet de Lisboa está dada como cancelada.

Esta situação também afeta as correspondentes partidas, tendo o último avião levantado voo da Madeira às 13h17.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) desta sexta-feira para o arquipélago da Madeira apontam para céu muito nublado, apresentando-se pouco nublado na parte sul da ilha, havendo possibilidade de ocorrência de aguaceiros nas vertentes norte e nas terras altas.

O vento é fraco a moderado (10 a 30 quilómetros/hora) de norte/nordeste, soprando por vezes forte (até 40 quilómetros) nas terras altas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, com rajadas até 65 quilómetros. O IPMA também aponta para uma pequena descida da temperatura máxima.