Portugal registou 3.452 novos casos nas últimas 24 horas — mais 1.136 do que no dia anterior, mas menos do que nas últimas duas quartas-feiras, quando tinham sido reportados mais de 4.000 casos em cada dia. Analisando a média a sete dias, há duas semanas que o número de casos não descia dos 3.000 casos.

Covid-19. 14 quadros e gráficos mostram como estão os números em Portugal

O número médio diário de casos a sete dias está a descer desde sexta-feira passada, suportando o abrandamento da curva também revelada pelo índice de transmissibilidade descendente. Esta quarta-feira o R(t) era 1,01, segundo o Boletim Epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

A incidência cumulativa no continente manteve-se igual à de segunda-feira, com 439,3 novos casos por 100 mil habitantes no continente — a nível nacional subiu ligeiramente para 428,3 novos casos por 100 mil habitantes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta quarta-feira voltaram a registar-se 13 óbitos, tal como na quarta-feira da semana passada. A média diária de óbitos a sete dias é de 12,6.

Os óbitos continuam a registar-se nas regiões com mais casos: sete na região de Lisboa e Vale do Tejo e cinco no Norte, ainda um no Centro.

Das mortes registadas, oito eram homens e cinco eram mulheres. Nove mortes aconteceram acima dos 80 anos (seis homens e três mulheres). Houve ainda mais quatro óbitos: um homem e uma mulher na casa dos 50 anos, um homem na casa dos 60 e uma mulher na casa dos 70.

A região de Lisboa e Vale do Tejo voltou a ter mais novos casos (1.341, 38,8%) do que a região do Norte (1.194, 34,6%).

A região do Centro e do Algarve registaram 358 casos cada uma. As duas regiões juntas representam 10% dos casos a nível nacional. Foram ainda registados 115 casos no Alentejo, 57 nos Açores e 29 na Madeira.

A faixa etária dos 20 aos 29 anos continua a ser a que apresenta mais novos casos (873), mais 300 do que a faixa etária acima e abaixo — 569 casos nos 10-19 anos e 560 nos 30-39 anos.

Os casos contabilizados até aos 39 anos representam três quartos do total de casos nas últimas 24 horas. A faixa etária até aos nove anos teve mais novos casos (293) do que qualquer uma acima dos 50 anos.

Nas últimas 24 horas fora ocupadas mais seis camas nos internamentos de enfermaria, num total de 934. Mantém-se ocupadas 200 camas nas unidades de cuidados intensivos.

O número de casos ativos que tinha diminuído nos últimos dois dias voltou a subir ligeiramente, para 51.430, com mais 175 do que no dia anterior. Há mais 248 contactos em vigilância, num total de 80.475, e 3.264 recuperados.

Desde o início da pandemia já foram infetadas 960.437 pessoas com o SARS-CoV-2 e registaram-se um total de 17.320 mortes com Covid-19.