Anthony Barajas, de 19 anos, conhecido pelas suas publicações na aplicação TikTok, e uma amiga morreram após terem sido baleados na cabeça, durante a exibição do filme “A purga: adeus América”, a que assistiam, no Regal Edwards Theatre em Corona na Califórnia, Estados Unidos, no dia 26 de julho.

Os dois foram encontrados por um funcionário, quando o filme acabou, e Anthony ainda foi levado com vida para o hospital, onde esteve vários dias internado tendo acabado por morrer no sábado, dia 31. Já Rylee Goodrichém popular nesta rede social de pequeno vídeos, de 18 anos, faleceu no cinema.

O Departamento de Polícia de Corona salienta que o par nada fez para que tivesse sido alvejado, tendo o suspeito agido sozinho e aletoriamente, apesar de ainda serem desconhecidas as circunstâncias do assassinato, de acordo com o The Guardian.

O presumível hoimicida, Joseph Jimenez, de 20 anos, já foi presente a tribunal na passada sexta-feira, onde foi acusado de homicído pela morte de Goodrich e pela tentativa de homicídio de Anthony Barajas. Para além disso, Joseph foi acusado de mentir, o que o pode tornar elegível à pena de morte, caso seja condenado

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Amigos e família prestaram homenagem a Anthony — mais conhecido online por itsanthonymichael onde possuía quase um milhão de seguidores — através de diversas publicações nas redes sociais.

Curiosamente, a trama do filme “A purga: adeus América” gira em torno de um regime totalitário que permite que qualquer crime, incluindo assassinato, seja cometido durante uma noite.