Um homem, de 23 anos, foi detido pela GNR por permanência irregular em território nacional e por furto, no concelho de Campo Maior, no distrito de Portalegre, revelou esta sexta-feira aquela força de segurança.

O Comando Territorial de Portalegre da GNR explica, em comunicado, que o homem foi detido na sexta-feira, na sequência de um alerta que dava conta de um furto numa unidade de alojamento local.

Os militares da Guarda deslocaram-se ao local e apuraram que o suspeito, “aproveitando a ausência dos hóspedes”, entrou numa das habitações onde estava alojado um casal, tendo furtado um relógio.

No decorrer das diligências policiais foi localizado o autor do furto, na posse do relógio furtado, tendo o artigo recuperado sido entregue ao seu legítimo proprietário.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Após a detenção, as autoridades consultaram o Sistema de Informações Schengen e o Gabinete Nacional SIRENE, confirmando-se que o indivíduo permanecia ilegalmente em território português.

O detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Ponte de Sor (Portalegre), tendo sido depois encaminhado para a delegação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.