A cavaleira portuguesa Luciana Diniz luta na quarta-feira pelas medalhas na final de saltos de obstáculos dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, num dia luso que começa com Angélica André na prova de 10 quilómetros em águas abertas.

A partir das 19h00 locais (11h00 em Lisboa), Luciana Diniz, montando Vertigo du Desert, vai lutar pelos primeiros lugares, depois de ter sido uma das 25 a acabar a qualificação sem faltas, sendo a oitava mais rápida.

A luso-brasileira foi nona classificada no Rio2016, melhorando as anteriores participações olímpicas, o 17.º posto de Londres2012 e o 25.º, em representação do Brasil, em Atenas2004, onde foi ainda 10.ª por equipas.

Portugal já conquistou em Tóquio2020 um diploma em equestre, com o oitavo lugar na prova coletiva de ensino, por intermédio de Maria Caetano, Rodrigo Torres e João Miguel Torrão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O arranque do dia luso está marcado para as 06h30 locais de quarta-feira (22h30 desta terça feira em Lisboa), com Angélica André a sair da Odaiba Marine Park para a prova de águas abertas.

A partir das 10h40 (02h40), Teresa Portela e Joana Vasconcelos voltam a pagaiar no Sea Forest Waterway, na qualificação do K1 500 metros, estando os quartos de final agendados para as 12h07 (04h07).

Pelas 19h12 (11h12), Marta Pen corre na segunda semifinal dos 1.500 metros, depois de um protesto a ter ‘salvo’ na qualificação, enquanto Cátia Azevedo disputa as ‘meias’ dos 400 metros, a fechar o dia, pelas 19h46 (11h46).