É, talvez, uma das histórias mais inacreditáveis dos Jogos Olímpicos. Assim como é, talvez, uma das histórias mais contadas, repetidas e recordadas dos Jogos Olímpicos. No dia 18 de julho de 1976, durante a final da ginástica artística por equipas no Mundial de Montreal, Nadia Comăneci registou o primeiro 10.00 da história — o primeiro salto perfeito da história. O momento foi tão inesperado que os placards eletrónicos que apresentavam as pontuações nem sequer estavam preparados para um 10 e, em alternativa, mostraram um 1.00. Comăneci, como se sabe, tinha apenas 14 anos. Em Tóquio, outra menina de 14 anos fez lembrar julho de 1976.

Quan Hongchan, a atleta mais nova da delegação da China, nasceu em março de 2007. Nestes Jogos Olímpicos, conquistou a medalha de ouro na prova individual de saltos para a água na plataforma de 10 metros de forma extraordinária — dos cinco saltos que realizou, dois foram absolutamente perfeitos, com a nadadora a receber um redondo 10.00 por parte do júri. Mais: um dos restantes três voltou a ficar muito perto da nota máxima, com seis jurados a pontuarem o salto com um 10 e apenas um a pontuar com um 9. Além disso? Todos os cinco saltos da chinesa receberam pelo menos um 10.

É a primeira vez que uma atleta alcança uma pontuação tão elevada, já que Quan Hongchan conquistou a medalha de ouro com um resultado final assombroso de 466 pontos. Yuxi Xen, também da China, campeã mundial e campeã olímpica nos saltos sincronizados, ficou no segundo lugar, enquanto que a australiana Melissa Wu alcançou o bronze. Thomas Bach, o presidente do Comité Olímpico Internacional, estava nas bancadas do Centro Aquático de Tóquio a assistir à exibição brilhante da saltadora chinesa — que começou a praticar a modalidade aos sete anos, em 2014, com o objetivo de ganhar dinheiro e contribuir para o pagamento dos tratamentos médicos da mãe, que estava doente.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

45 anos depois do salto perfeito de Nadia Comăneci, Quan Hongchan lembrou a antiga ginasta com dois saltos irrepreensíveis, dois 10.00 e uma exibição para os livros de História. A história que ela já fez.