Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

Comparar o desportivo mais rápido do mundo, o Rimac Nevera, com a berlina mais rápida do mundo, o Tesla Model S Plaid, é à partida um duelo entre titãs, pois nenhum outro carro fabricado em série se aproxima da rapidez no arranque de 0-100 km/h ou no ¼ de milha, respectivamente as medições que mais importam aos condutores europeus e norte-americanos.

A Rimac desafiou há dias a Drag Times a testar a rapidez do novo Nevera, que o construtor croata acreditava poder tornar-se no carro mais rápido do mundo no ¼ de milha com arranque parado. E ao ir de 0 a 402 metros (1/4 de milha) em 8,582 segundos, o Nevera bateu o recorde e tornou-se o modelo de série, ainda que reduzida, mais rápido do mundo, pulverizando os tempos obtidos pelos seus rivais, tenham eles emblemas Ferrari, Lamborghini ou até Bugatti ou Koenigsegg.

Rimac Nevera é o novo carro mais rápido do mundo

Aproveitando o facto de o Nevera estar nos EUA – a apresentação no país decorreu na Califórnia, durante a Monterey Car Week –, a Rimac aceitou ceder o seu hiperdesportivo para um medir de forças contra o também novo Tesla Model S Plaid. Este, depois de anunciado o ¼ de milha realizado pelo apresentador de televisão Jay Leno em 9,246 segundos, passou a ser a berlina mais rápida do mundo, uma vez que o Porsche Taycan Turbo S, o mais potente dos modelos eléctricos deste fabricante do Grupo VW, se fica pelos 10,4 segundos, cerca de 0,1 melhor do que o Model S da altura, antes da introdução do Plaid.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nos três arranques efectuados, o Nevera confirmou ser um hiperdesportivo fabuloso, bem construído, tecnologicamente muito sofisticado e, sobretudo, extremamente rápido. Devorou o ¼ de milha em 8,655; 8,641 e 8,615 segundos, contra um Model S Plaid que registou 9,272; 9,312 e 9,294 segundos, cortando a linha de chegada a 245,6 km/h (no melhor resultado), contra 268,1 km/h do Rimac.

A diferença entre o Nevera e o Model S Plaid no ¼ de milha foi de aproximadamente 0,6 segundos, cerca de metade da diferença que o Taycan Turbo S tem hoje para o Plaid da Tesla. Nada disto retira mérito ao Rimac, que durante os arranques da Drag Times foi de 0-100 km/h em 2,00 segundos, contra 2,17 do Plaid.

Fica pois provado que o Rimac Nevera é uma “canhão” nos arranques, batendo tudo o que é fabricado em série com quatro rodas, mas o Model S Plaid é um digno vencido, não ficando longe do seu rival, apesar de custar apenas 130.990€ em Portugal, contra 2.460.000€ (2 milhões de euros mais impostos) do coupé de dois lugares da Rimac. Em princípio, a Tesla dará a resposta ao Rimac assim que o Roadster chegar ao mercado.