Um total de 543 imigrantes foram este sábado intercetados quando tentavam entrar em Espanha em barcos que cruzavam o mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico, com destino a Múrcia e às ilhas Canárias, anunciaram hoje as autoridades locais.

Durante as últimas horas de sexta-feira e todo este sábado, vários barcos, com cerca de 300 migrantes, foram intercetados pela guarda costeira espanhola quando se dirigiam para as ilhas Gran Canária, Lanzarote e Fuerteventura pela chamada rota das Canárias.

O primeiro resgate aconteceu cerca das 21:40 de sexta-feira, depois de as autoridades terem recebido um alerta de que estaria um barco a 9,6 quilómetros ao sul de Maspalomas, na Gran Canária, cujos, 21 homens, 26 mulheres e 14 menores, tinham de ser transferidos para o porto de Arguineguín.

Pouco depois, um grupo de africanos subsaarianos (cerca de 50, segundo a guarda costeira) também teve de ser recolhido no início da tarde de hoje, assim como outras 75 pessoas resgatadas na zona, 17 das quais eram mulheres e duas crianças.

Em Lanzarote, as autoridades resgataram 45 africanos subsarianos (18 dos quais mulheres e seis menores) que viajavam perto da costa da ilha cerca das 03:30. Todos foram transferidos para o porto de Arrecife.

Também em Fuerteventura, 46 imigrantes (incluindo 17 mulheres e duas menores) tiveram de ser ajudados durante o dia de hoje, tendo desembarcado em Puerto del Rosaria, capital da ilha.

No Mediterrâneo, 170 imigrantes foram resgatados nas últimas horas, a grande maioria dos quais na região de Múrcia, onde a guarda costeira e a guarda civil intercetaram, nas últimas horas, 11 pequenas embarcações com 155 imigrantes.

Esta manhã, as autoridades já tinham resgatado 40 argelinos, 27 dos quais a bordo de dois barcos e os restantes 13 já em terra.

Fontes da delegação local do Governo indicaram que navio de resgate marítimo “Luz de Mar” intercetou duas embarcações, com 17 e 10 ocupantes, respetivamente, e uma hora depois, a guarda civil localizou outros 13 imigrantes.

Estes migrantes somam-se aos 106 que chegaram à costa de Múrcia a bordo de sete barcos na sexta-feira.

Durante a noite, 85 homens foram intercetados em cinco barcos, todos de nacionalidade argelina e maiores de idade, depois de ter sido encontrado um corpo a flutuar a cerca de um quilómetro da costa.

Hoje de manhã os navios de resgate “Mimosa” e “Luz do Mar” resgataram cinco barcos a sudeste de Monte de las Cenizas, na região de Múrcia, quatro dos quais com 16 migrantes cada e um com mais 21 ocupantes.

Já esta noite foi intercetado outro barco, onde viajavam 27 migrantes marroquinos (25 homens e duas crianças), que foi levada para Cádiz.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR