Nem todas as autocaravanas são simples, acanhadas e baratas, assumindo-se como uma alternativa aos hotéis para férias acessíveis, mas sobre rodas. Há os modelos topo de gama, construídos sobre chassis de camiões, que oferecem níveis de espaço interior e de luxo que poderão surpreender a maioria. É claro que, como seria de esperar, o preço aumenta à medida que o requinte sobe, o que explica que a Volkner exija 2,035 milhões de euros por esta Mobil Performance S.

Concebida para os que vivem numa mansão e desejam manter a qualidade de vida, mesmo quando fazem férias em movimento, o mais recente produto do carroçador germânico está em exposição no salão de caravanismo em Düsseldorf, que hoje encerra as portas.

Construída sobre um chassi de longarinas de um veículo pesado, a Mobil Performance S monta um motor turbodiesel com 430 cv, não electrificado. Isto apesar do generoso conjunto de painéis solares (2000 W) que possui na zona superior, destinados a alimentar com corrente eléctrica todos os dispositivos a bordo. Nos momentos em que a produção de energia solar não é suficiente, há sempre um gerador de 8 kW para dar uma ajuda.

7 fotos

Lá dentro tudo é madeira nobre, pele verdadeira, metais atraentes à vista e ao toque, com um dos pontos altos a ser o sistema de som da Burmester, a que o construtor atribui um preço de 300.000€. Além do espaço para convívio, no imenso salão, a Mobil Performance S oferece ainda uma generosa casa de banho e uma cozinha em L, onde nem falta um armário refrigerado para vinhos. E depois há o quarto, que não destoaria nem das melhores das vivendas.

Mas é provável que um dos argumentos comerciais mais importante da motorhome da Volkner resida na capacidade de transportar um carro a bordo, mais especificamente um Bugatti Chiron, no valor de 2,5 milhões de euros, a que é ainda necessário somar os impostos.

A Mobil Performance S está exposta em Düsseldorf com um Chiron guardado nas “entranhas”, uma vez que a Volkner aproveitou a distância entre eixos para conceber uma “garagem” em movimento. O espaço reservado para o transporte do veículo não foi concebido especificamente para os 1,21 metros de altura do Chiron, sendo expectável que o fabricante adicionou uma margem de segurança, pois riscar o tejadilho do Bugatti não só não seria aceitável, como resultaria numa conta altamente dispendiosa. Isto significa que tudo o que é superdesportivo se pode instalar dentro da Mobil Performance S.