Os deputados da Comissão de Cultura e Comunicação aprovaram esta terça-feira a audição de Luísa Maria Coelho Ribeiro, que foi indigitada para membro do Conselho de Administração da RTP, no dia 28 de setembro.

Esta matéria não estava originalmente no calendário dos trabalhos da Comissão previstos para esta terça-feira, mas acabou por ser introduzida dada a necessidade de conciliar agendas, de acordo com o presidente da entidade, Alexandre Quintanilha.

O Conselho Geral Independente (CGI) indigitou Luísa Maria Coelho Ribeiro para membro do Conselho de Administração da RTP para o mandato 2021-2023, anunciou o órgão, no dia 01 de setembro.

Luísa Maria Coelho Ribeiro substitui Ana Dias como administradora da RTP com o pelouro financeiro.

Tendo Ana Isabel dos Santos Dias renunciado ao cargo de vogal do Conselho de Administração da RTP, por motivos pessoais, o CGI, nos termos do artigo 11.º dos Estatutos da RTP, aprovados pela Lei n.º 39/2014, de 9 de julho, escolheu e, após parecer prévio e vinculativo do Ministério das Finanças, indigitou para membro do Conselho de Administração da RTP para o mandato 2021-2023, Luísa Maria Coelho Ribeiro, como vogal responsável pela área financeira”, lê-se no comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Luísa Ribeiro é executiva ao nível do Conselho de Administração de várias empresas com presença internacional, com mais de 25 anos de experiência nas áreas financeira e jurídica, nomeadamente na banca, telecomunicações, media, tecnologias de informação e capital de risco.

Doutorada em Finanças, pela Faculdade de Economia do Porto, conduziu a investigação fundamental sobre a evolução dos modelos de negócio da indústria de televisão, incluindo o impacto das plataformas digitais, de acordo com o seu o seu currículo.

No seu mestrado em Ciências Empresariais, Luísa Ribeiro estudou o setor, desenvolvendo a sua tese sobre a indústria da televisão por cabo.

Luísa Ribeiro substitui Ana Dias Fonseca, que no final de junho renunciou ao cargo por “razões pessoais”.

A Cofina divulgou na terça-feira que Ana Dias iria substituir Alda Delgado, na sua Comissão Executiva.

No final de março, o CGI tinha anunciado que Nicolau Santos, ex-presidente da Lusa, e o administrador da RTP Hugo Figueiredo eram os nomes escolhidos para integrar o novo Conselho de Administração da RTP.

Em 27 de abril, o CGI indigitou a nova administração da RTP.