Oyster and Bubbles Bar

Rua Alexandre Herculano 95, Cascais. 914 574 446. Horário Oyster and Bubbles Bar: quintas e sextas-feiras, das 18h às 20h.

Para se atirar ao bivalve da moda: a famosa Rua Amarela em Cascais ganhou várias novidades este verão e uma delas, que fica por lá até final de setembro, vem das mãos da já conhecida casa especializada em carpaccios, o La Contessa – Carpaccio House. Alessandra Miranda, a dona, decidiu este ano apostar num Oyster and Bubbles Bar, um pequeno stand na área exterior do restaurante que, como o nome revela, é dedicado à ostra.  Ali está sempre um chef com ostras frescas de Culatra e Aveiro a serem abertas na hora (2 euros a unidade). Para acompanhar há três molhos — limão, asiático com um toque de limão e gengibre e vinagrete — e espumante da Bairrada (18 euros a garrafa; 5 euros o copo). Até final de setembro, o La Contessa continua a oferecer uma happy hour das 18h às 20h, sempre às quintas e sextas-feiras, com apresentações ao vivo do saxofonista Mark Cain em algumas noites.

As ostras são abertas pelo chef à frente dos clientes

CineCidade

Campo Grande, 245, Lisboa. Dias 10, 11, 17 e 18 de setembro 21h30. Entrada livre

Para ir ao cinema com os pés na relva: o ciclo Lisboa na Rua, da EGEAC em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, continua a dar que fazer a quem gosta de viver a cidade e quer queimar os últimos cartuchos do verão. Esta sexta,10, arranca mais uma iniciativa do CineCidade, as famosas noites de cinema ao ar livre, que assentam arraiais no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta e trazem para o ecrã um ciclo dedicado aos direitos humanos com o mundo do desporto como pano de fundo, tendo cada sessão um convidado. O primeiro filme a ser projetado é “Fora-de-Jogo”, de Janar Panahi, e no sábado será a vez de “ The Athlete”, de Rasselas Lakew. Há mais sessões no dia 17 com “Back on Board: Greg Louganis”, de Cheryl Furjanic, e no dia 18 de setembro com “Documento Boxe”, de Miguel Clara Vasconcelos. Os filmes começam às 21h30 e a entrada é livre mediante levantamento de bilhete no próprio dia, (no limite de dois por pessoa) até 15 minutos antes do início do espetáculo.

O primeiro filme a ser projetado esta sexta é “Offside: Fora-de-Jogo” ©DR

Scoop n’Dough

Avenida António Augusto de Aguiar, 31, Lisboa. Segunda a domingo 10h às 22h.

Para provar doçaria vegan: os donuts vegan da Scoop n’Dough assentaram arraiais de forma definitiva no El Corte Inglés. Depois de já terem tido pop ups por lá, a marca, que tem casa na Baixa de Lisboa, muda-se para a sub-cave junto à secção de pastelaria e padaria do supermercado – com os mesmos horários desta zona da superfície comercial. Por lá vão estar quase todas as criações caseiras que se fazem na casa mãe na Rua de Santo Antão, à exceção do donut de pannacotta e do cinnamon roll. Será possível também pedir takeaway de caixas dos gelados vegan da Scoop para encher o congelador lá de casa — para já não será possível comê-los no espaço.

O novo espaço tem gelados vegan mas apenas para take-away ©DR

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nakefi na Kitchenette

Rua Correia Teles, 70, Lisboa. Até 12 de setembro 11h30 às 16h. 15 euros.

Para fazer subir os níveis de açúcar: que melhor forma existe de comemorar um aniversário — no caso da Kitchenette são dois aninhos — que com, precisamente, bolos de aniversário? Dificilmente este doce pode faltar em horas de celebração e, por isso, até 12 de setembro o espaço de pop ups mais catita de Campo de Ourique terá na sua cozinha os bolos da Nakefi, uma marca com bolos em miniatura instagramáveis, com mensagens personalizadas e sabor a bolinho caseiro. Todos os dias há três modelos diferentes  de decoração — o sabor será chocolate com recheio de doce de leite ou brigadeiro — e as frases podem ser escolhidas pelo cliente na hora, já as encomendas estão abertas para pedidos especiais.

A mensagem pode ser personalizada pelo cliente na hora ©DR

Jazz na Praça

Praça Paiva Couceiro, Lisboa. Sextas a partir das 19h. Entrada gratuita.

Para se pôr à escuta: desde 2011 que o Jazz na Praça ocupa a Praça Paiva Couceiro, na Penha de França, com várias atuações ao longo de um mês de verão. Depois de uma interrupção pandémica, o evento regressou em setembro e continua a funcionar nos mesmos moldes: os concertos acontecem às sextas e a entrada é gratuita. Este ano o festival festeja 10 anos e apesar de a entrada ser gratuita, os bilhetes devem ser levantados na semana de cada concerto no Espaço Multiusos, de terça a sexta-feira das 9h às 18h. Já esta sexta sobe ao palco o projeto Corações de Atum, de  Manuel João Vieira, no dia 17 de setembro há Miss Manouche e no dia 24 o grupo Budda Power Blues. Os concertos começam às 19h.

Os 10 anos de Jazz na Praça abriram com Manuel Brito Trio, e esta sexta é a vez dos Corações de Atum ©Junta de Freguesia da Penha de França/Instagram

Mercadito by Sheraton Cascais

Rua das Palmeiras Lote 5, Cascais. 11 e 12 de setembro 10h às 19h. 4 euros

Para rematar as compras de verão: o Sheraton Cascais Resort será palco da primeira edição do Mercadito by Sheraton Cascais, um mercado ao ar livre com o objetivo de promover os pequenos negócios nacionais e produtores locais. Acontece este sábado e domingo entre as 10h e as 19h, e estende as bancas que vão do artesanato à cerâmica, da roupa aos acessórias, e até com algumas dedicadas aos produtos regionais. A entrada é gratuita para hóspedes e para quem reservar brunch no restaurante Glass Terrace, e fica pelo valor de 4 euros para não hóspedes.

Exposição “I woke up with my mouth filled with petals”

Rua Passos Manuel 99A, Lisboa. Até 16 de setembro. Segunda a sexta 17h às 20h e sábados e domingos 14h às 20h.

Para ver arte fora do circuito: a artista Mariana Simão leva as suas obras para o espaço artístico e de cowork Corrente, em Arroios, para a exposição “I woke up with my mouth filled with petals”. Nela podem ser vistas telas de grande formato em tons primaveris, peças de tapeçaria e de marcenaria, em diálogo com o espaço que a acolhe. Com esta exposição a artista celebra a sua transformação pessoal e o desabrochar da sua arte, com obras íntimas e harmoniosas.

Ogi’s Kitchen

Rua das Flores, 179, Porto. Terça a sábado 09h às 17h. geral@ogibyeuskalduna.pt.

Para um pequeno almoço de campeões: depois de o Semea By Euskalduna ter saído do número 179 da Rua das Flores, o chef Vasco Coelho Santos, que tem apresentado novidades ao longo dos últimos meses, quis dar continuidade ao espaço com um novo projeto: a Ogi’s Kitchen. Esta será a nova casa do grupo apoiada pela padaria Ogi By Euskalduna e que vai servir pequenos-almoços, brunch, almoços e lanches com base numa cozinha casual e descomprometida. Não faltam no menu os pães de fermentação longa, os brioches e croissants já conhecidos da Ogi, mas o chef junta novidades como as sandes, panquecas, bolos e até cookies. À semelhança dos outros espaços by Euskalduna privilegiam-se aqui também produtos locais e sazonais. Para quem não quer comer no espaço, pode também levar alguns dos produtos para casa.

O espaço vai ter disponíveis alguns dos produtos de padaria já conhecidos da Ogi by Euskalduna ©Ogi’s Kitchen/Instagram

Douro Rock

Jardim da Alameda dos Capitães, Av. Dr. Antão de Carvalho, Peso da Régua. 11 e 12 de setembro. 20 euros a 100 euros.

Para ser do rock n’ roll: o Douro Rock regressa do depois do hiato pandémico este sábado e domingo à Alameda dos Capitães (zona exterior do AUDIR – Auditório da Régua). No primeiro dia de festival, dia 11, o palco é dos Cassete Pirata que abrem o certame, e logo a seguir é Samuel Úria quem toma conta do estaminé com o seu mais recente álbum de originais, “Canções do Pós-Guerra”. A noite encerra com The Gift que trazem a “Tour Verão” à Régua.  Dia 12, será Neev o primeiro a atuar e depois palco é dos Três Tristes Tigres. Para comemorar os 40 anos de carreira dos GNR, Rui Reininho, Jorge Romão e Tóli César Machado trazem de volta as canções de sempre e o rock ao Rio Douro. Os bilhetes – diários e passes para os dois dias – estão à venda nos locais habituais e online.

Os GNR atuam no dia 12 com um concerto comemorativo dos 40 anos de carreira

Cookie Club Porto

Rua de Cedofeita, 267, Porto. Terça a sábado 11h às 18h30 e Domingo 10h às 16h.

Para comer até se lambuzar: há que dar graças quando os negócios que nascem online ganham casa física — foi o que aconteceu com a Cookie Club Porto, as bolachas ao estilo nova iorquino que ganharam morada na Rua da Cedofeita. As bolachas são moldadas à mão, num tamanho considerável e com o açúcar necessário para um dia de neura, e a textura do seu interior é húmida e fofa enquanto que por fora se mantêm crocantes. O projeto, nas mãos do ​​casal australiano Nick e Anastasia, deu origem a esta pequena lojinha instagramável — onde o cor de rosa predomina — que expõe as criações (2,99 euros – 3,20 euros) na montra, que vão desde as mais simples de aveia, às de chocolate e manteiga de amendoim, chocolate e nozes ou até algumas opções vegan, havendo também sempre uma bolacha do mês. A de setembro é a Lamington com massa de biscoito de baunilha, pedaços de chocolate amargo, coco ralado e recheio de geleia de morango doce. Para empurrar as bolachas há bebidas como café de especialidade, affogato, batidos e ainda servem gelados soft serve.

Há sempre uma cookie especial do mês ©Cookie Club Porto/Instagram

Gaming Experience by Nostalgica

MAR Shopping Matosinhos. Até 19 de setembro. Domingo a quinta 11h às 19h e sextas e sábados 11h às 21h.

Para ficar nostálgico: os clássicos dos videojogos dos últimos 40 anos vão estar no MAR Shopping Matosinhos até 19 de setembro, na “Gaming Experience” by Nostalgica. Os fãs e curiosos dos videojogos e de Arcade vão poder reviver alguns dos jogos mais icónicos da juventude, como o Tetris, Pacman e o Mario 64, além de matar saudades de consolas como a Odyssey ou a Sega Saturn, que marcaram as décadas desde os anos 70. Para os mais novos que não nasceram a par dos arcade, haverá também algumas novidades do mundo das consolas e dos computadores de gaming.

O pop up de videojogos terá vários que o levam numa viagem às décadas do arcade

 Workshops Chá Camélia

Dia 10 de setembro, das 17h às 20h –  Rua Vasco Santana, 70-MO, Senhora da Hora, Matosinhos / Dia 12 de setembro, das 14h às 19h – Rua das Escolas Novas 605, Fornelo. Inscrições: info@chacamelia.com. 100 euros por pessoa.

Para aprender como se bebe o verdadeiro chá: não é novidade nenhuma que Nina Gruntkowski, fundadora da chá Camélia em parceria com Dirk Niepoort, gosta de envolver as pessoas no processo e nas suas plantações, e desta vez volta a ser anfitriã de workshops presenciais sobre o ritual desta bebida ancestral, para uma rentrée sem falta de chá. A Chá Camélia propõe aos amantes de chá um workshop que junta o ritual do chá com a criação de duas taças de chá em raku feitas pelos participantes. O workshop estará dividido em dois dias: no primeiro, a 10 de setembro, os participantes farão duas taças de chá (chawan) em Raku, uma forma mais natural de trabalhar o barro, no atelier do ceramista João Carqueijeiro, em Matosinhos. No dia 12,  já na plantação Chá Camélia, no Fornelo, os participantes irão vidrar as suas taças e queimá-las diretamente no fogo. Depois, esta criação será celebrada com um ritual do chá inspirado na cerimónia japonesa, conduzido por Erika Kobayashi.

Os workshops culminam na cerimónia do chá ©DR

Performance “Wave Dance Lab +55 Anos” e concerto B Fachada

Vários locais. 10 e 11 de setembro. Entrada livre.

Para pôr a cultura em dia: programa Cultura em Expansão continua a forte na agenda e este fim de semana está de regresso com uma performance do coreógrafo Rafael Alvarez e um concerto de B Fachada. O projeto “Wave Dance Lab +55 Anos” será apresentado no dia 10 de setembro, às 19h30, na Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira – Previdência/Torres, e foi feito com base numa criação coreográfica simples com um grupo de moradores do bairro da Pasteleira, com mais de 55 anos. Já a Associação Nun’Álvares de Campanhã recebe no sábado, às 19h30, o músico B Fachada para apresentar o seu mais recente trabalho “Rapazes e Raposas”, lançado em 2020. Os dois momentos da programação têm entrada grátis mas é necessário levantar o bilhete antes nos respetivos dias e locais dos espetáculos a partir de uma hora antes do início de cada um.

B Fachada atua gratuitamente no sábado

Spa do Boeira Garden Hotel Porto

Rua Teixeira Lopes 114, Vila Nova de Gaia.

Para terminar o verão relaxado: o spa do Boeira Garden Hotel Porto Gaia, Curio Collection by Hilton tem um novo programa de relaxamento para quem quer fugir da azáfama citadina por uns instantes.  O espaço conta com cinco salas de tratamento, piscina coberta e uma zona de lazer, e entre as principais e novas sugestões encontram-se as massagens Ayurvédica, shiatsu, sueca e tailandesa. Destaque ainda para a massagem Abyanga Shareera, que recorre a técnicas ancestrais, de movimentos livres e contínuos, profundamente relaxantes, criando um equilíbrio entre o corpo e a mente. Se optar por prolongar o momento de relaxamento, pode reservar um brunch (25 euros) no Boeira Garden Hotel, disponível aos domingos, com tudo aquilo a que tem direito — até uma flute de espumante.

The Cliff Bay no Funchal renovado

Estrada Monumental, 147, Funchal. 291 707 700.

Para uma escapadinha renovada: nem tudo se passa em terras continentais, se ainda for a tempo de uma escapadinha nas ilhas fica a nota de que o The Cliff Bay, o ex-líbris cinco estrelas do grupo PortoBay na ilha da Madeira, aproveitou o último ano de pandemia para empreender uma remodelação profunda. A intervenção incidiu sobre os quartos, receção, lobby de entrada e no restaurante Il Gallo D’Oro, com duas estrelas Michelin. No restaurante, a sala foi totalmente renovada, apresentando agora traços contemporâneos e a novidade está também na ‘Mesa do Chefe’, situada no centro da sala, em que a equipa do chef Benoît Sinthon cozinha junto aos clientes.

Na mesa do chef o acompanhamento é personalizado ©DR