A quantidade e o nível de acções completamente disparatadas, por parte de condutores, não deixa de surpreender, mesmo os mais criativos. Aaron O’Halloran, um britânico de 31 anos, foi apanhado a conduzir o seu SUV Mitsubishi através da linha de caminhos-de-ferro inglesa, danificando a propriedade e colocando pessoas e equipamento em risco. Para depois abandonar o veículo e fugir à polícia. A autoridade ficou pouco impressionada com o desempenho: apanhou-o, julgou-o e prendeu-o.

O’Halloran chegou à estação de Duddeston, uma pequena localidade nos arredores de Birmingham, às 7h30 de 9 de Maio. E sem que fosse possível perceber os seus motivos, não sendo de afastar a possibilidade de ter perdido o comboio, decidiu seguir com o seu SUV pela linha, em direcção a Aston, a estação seguinte. De caminho, provocou danos na linha, que as autoridades avaliaram em 23.000 libras, cerca de 26.900€.

Depois de abandonar o veículo na ferrovia, O’Halloran fez ainda o favor à polícia de se esquecer do telemóvel no seu interior, o que facilitou a sua identificação.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Levado a tribunal, o condutor que proporcionou este momento, tão insólito quanto perigoso, viu o juiz puni-lo com 15 meses de prisão, além do pagamento de uma multa de 156 libras, o que não deve andar muito longe do passe para passar a circular na ferrovia, mas de comboio. Daqui a 15 meses, é claro. A polícia conta a história aqui e divulgou o vídeo do momento: